Show simple item record

dc.contributor.advisorOsinski, Dulce Regina Baggio, 1962-pt_BR
dc.contributor.authorSilva, João Paulo de Souza dapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2018-11-20T12:52:18Z
dc.date.available2018-11-20T12:52:18Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/56144
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Dulce Regina Baggio Osinskipt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa : Curitiba, 13/03/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.266-300pt_BR
dc.description.abstractResumo: Este trabalho analisa a trajetória intelectual da educadora Eny Caldeira (1912- 2002), em especial nas décadas de 1950, 1960 e 1970, especialmente no tocante às suas ideias e ações educativas modernizadoras. Durante o período escolhido, a trajetória de Eny Caldeira obtém uma dimensão pública em razão de sua nomeação como diretora do Instituto de Educação do Paraná (1952- 1955), do seu trabalho como pesquisadora do Centro Brasileiro de Estudos Pedagógicos (1955-1959) e de sua atuação como professora da Universidade Federal do Paraná (1960-1991). Suas iniciativas caracterizam a ação da intelectual frente a projetos de modernização educacional e divulgação da psicologia como ciência explicativa e operacional para a educação. Eny Caldeira inseriu-se num grupo de educadores que definiu bases para uma educação baseada não mais especialmente na filosofia, como o grupo que a antecedeu, porém assentada em fundamentos da sociologia, da biologia e especialmente da psicologia. Caldeira, enquanto intelectual mediadora e regional, foi, ao mesmo tempo, constituída e constituidora desse campo educacional em construção, podendo ser considerada uma figura de transição entre diferentes modelos de formação e pesquisa docente, no que concerne ao uso da psicologia aplicada à educação. Como referencial teórico na análise da trajetória, empregamos os conceitos de campo, capital e habitus de Pierre Bourdieu. No que concerne aos conceitos de moderno, modernização e modernidade, tomamos como principais referências Marshall Berman, Norberto Bobbio, Anthony Giddens e Zigmunt Bauman. Dialogamos também com as contribuições teóricas sobre a história intelectual de Helenice Rodrigues da Silva, Sergio Miceli e Carlos Eduardo Vieira e com os conceitos de apropriação e representação de Roger Chartier. Para o desenvolvimento do trabalho foram consultados diversos arquivos e centros de pesquisa. As fontes utilizadas são de tipologias variadas, especialmente documentos oficiais, periódicos, cartas, documentos não publicados, obras da época e depoimentos. Palavras Chave: Eny Caldeira, Intelectuais, História da Educação, História da Formação de docentes, Psicologia.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This paper analyzes the intellectual trajectory of educator Eny Caldeira (1912- 2002) through the decades of 1950, 1960 and 1970, regarding her ideas and modernizing educative actions. During this proposed time period, the trajectory of Eny Caldeira obtains a public dimension following her appointing as director for the Institute of Education of Paraná (1952-1955), her work as researcher for the Brazilian Center of Pedagogical Studies (1955-1959) and as a teacher for Federal University of Paraná (1960-1991). Her initiatives shaped intellectual action regarding projects for educational modernization and spreading of psychology as an explanatory and operational science in education. Eny Caldeira became part of a group of educators who laid the foundation for an education based not on philosophy as it was with the preceding group, but on sociology, biology and especially psychology. Caldeira as an intellectual, regional and mediator, was concurrently constituted and constituent of this building educational field, possibly considered a figure of the transition between these models of education and research concerning the use of psychology. As theory reference on this trajectory analysis we employed Pierre Bourdieu's concepts of habitus, capital and field. As for the concepts of modern, modernization and modernity our main references were Marshall Berman, Norberto Bobbio, Anthony Giddens and Zigmunt Bauman. We also discussed theoric contributions and intellectual history of Helenice Rodrigues da Silva, Sergio Miceli and Carlos Eduardo Vieirra and the concepts of appropriation and presentation by Roger Chartier. The sources employed vary in typology, being mainly official documents, periodicals, letters, unpublished documents, works contemporaneous to the subject and testimonials. Key Words: Eny Caldeira, Intellectuals, History of education, History of the formation of teachers, Psychology.pt_BR
dc.format.extent347 p. : il. (algumas color.), retrs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectEducação - Históriapt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectCaldeira, Eny, 1912-2002pt_BR
dc.subjectProfessores - Formaçãopt_BR
dc.titleSob o signo da modernidade : educação e psicologia na trajetória intelectual de Eny Caldeira (1912-2002)pt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record