Show simple item record

dc.contributor.advisorMagalhães, Marion Brepohl de, 1956-pt_BR
dc.contributor.authorMeinerz, Marcos Eduardopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Históriapt_BR
dc.date.accessioned2019-11-18T16:23:23Z
dc.date.available2019-11-18T16:23:23Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/56014
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Marion Brephol de Magalhãespt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História. Defesa : Curitiba, 04/05/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.303-324pt_BR
dc.description.abstractResumo: Este estudo tem como principal objetivo analisar um vasto conjunto de textos literários e jornalísticos, produzidos desde 1945 até os dias atuais, que enfatizam a sobrevivência de Hitler e a tentativa de reorganização política do nazismo na América Latina ou na Antártica, após a Segunda Guerra Mundial. O fato de muitos nazistas terem escapado da Europa após o conflito e se refugiado no novo continente, como Adolf Eichmann e Josef Mengele, gerou suspeitas e denúncias de que eles estariam conspirando para formar o IV Reich com Hitler, mais uma vez, liderando seus asseclas. Ajudando-os nessa empreitada estariam alguns descendentes e imigrantes alemães do continente que foram acusados de participar dessa conspiração. Esse fato gerou muitos problemas para aqueles que tiveram seu nome relacionado a Hitler. Para compreender essa produção conspiratória, pretende-se verificar como diferentes contextos históricos, a Guerra Fria por exemplo, possibilitaram o seu aparecimento, bem como analisar as suas condições de produção gerais. Do ponto de vista teórico-metodológico, apoiamo-nos nas reflexões sobre o conceito do imaginário político, principalmente nos estudos que enfocam a carga emotiva que envolve a ideia de conspiração. Palavras-chave: Nazismo - IV Reich - Hitler - Imaginário Político.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The main objective of the present study is to to analyze a vast set of literary and journalistic texts, produced from 1945 until the present day, that emphasize a survival of Hitler and an attempt of political reorganization of the Nazism in Latin America or the Antarctic, after World War II. The fact of many nazis having escaped from Europe after the conflict, taking refuge in the new continent, such Adolf Eichmann and Josef Mengele, has generated suspicions and denunciations that they are conspiring to form the IV Reich with Hitler, once again, leading their followers. Helping them in this endeavor would be some descendants and German immigrants from the continent who are accused of participating in the conspiracy. This fact has generated many problems for those who had their name related to Hitler. To understand this conspiratorial production, we intend to verify how different historical contexts, the Cold War for example, made possible its appearance, as well as to analyze how its generais conditions of production. The theoretical-methodological point of view, we are based on the reflections on the concept of political imaginary, mainly in the studies that focus an emotive load that involves an idea of conspiracy. Keywords: Nazism - IV Reich - Hitler - Political Imaginary.pt_BR
dc.format.extent324 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectXpt_BR
dc.subjectAlemanha - Política e governo  - 1933-1945pt_BR
dc.subjectHitler, Adolf, 1889-1945pt_BR
dc.subjectNazismo - Filosofiapt_BR
dc.subjectAlemanha - História - 1933-1945pt_BR
dc.titleO Reich de mil anos : o imaginário conspiratório da sobrevivência nazista após a Segunda Guerra Mundialpt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record