Show simple item record

dc.contributor.authorEugênio, Danilo Santospt_BR
dc.contributor.otherSantos, Maria Cristina Leme Godoy dos, 1978-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Curso de Especialização em Biologia Celular e Tecidualpt_BR
dc.date.accessioned2020-03-20T18:23:11Z
dc.date.available2020-03-20T18:23:11Z
dc.date.issued2009pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/55852
dc.descriptionOrientadora : Maria Cristina Leme Godoy dos Santospt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Curso de Especialização em Biologia Celular e Tecidualpt_BR
dc.description.abstractResumo : O presente trabalho teve como objetivo descrever, através de uma revisão bibliográfica, aspectos importantes do vírus da imunodeficiência humana (HIV) e analisar a influência das metaloproteases da matriz (MMP) na sua infecção e disseminação. Sua importância se deve à necessidade de condensar informações relacionadas ao contágio e a propagação do vírus, trazer informações importantes a respeito do quadro atual desta doença no Brasil, descrever as interações do vírus com células hospedeiras e descrever a correlação da infecção pelo HIV e a desregulação de MMPs, visando àprodução de novos fármacos. O HIV é um retrovírus e o agente causador da AIDS, ele é um vírus intracelular obrigatório, que invadea célula do hospedeiro fusionando as membranas e liberando seu material genético no citoplasma da célula infectada, material que posteriormente será incorporado ao DNA da célula. As células mais atingidas pelo HIV são os linfócitos T CD4+, as quais são rompidas pelo vírus após se multiplicar.A entrada do HIV na célula ocorre através de receptores e co-receptores expressos em células de defesa; no interior da célula infectada o vírus provoca importantes alterações, resultando em desregulação de citocinas ealteração da função das células de defesa; conseqüentemente, pode alterar a produção, secreção e função de MMP, uma família de enzimas responsáveis pela degradação e remodelação dos tecidos. Estas MMPs podem potencialmente facilitar a disseminação do vírus em tecidos pela indução da degradação da matriz extracelular e violação da barreira endotelial. Dessa maneira, as MMP parecem exercer um papel importante nas infecções pelo HIV.Diversos estudos mostram que inúmeras MMPs apresentam maior expressão em células infectadas com o HIV quando comparadas com células saudáveis.pt_BR
dc.format.extent43 f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectHIV (Vírus)pt_BR
dc.subjectInfecçãopt_BR
dc.titleHIV : aspectos importantes e a influência de MMPs na infecçãopt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record