Show simple item record

dc.contributor.advisorHorochovski, Rodrigo Rossipt_BR
dc.contributor.authorEduardo, Maria Cecíliapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Ciência Políticapt_BR
dc.date.accessioned2018-12-10T19:38:01Z
dc.date.available2018-12-10T19:38:01Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/54977
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Rodrigo Rossi Horochovskipt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Ciência Política. Defesa : Curitiba, 23/03/2017pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: A participação das mulheres em processos de tomada de decisão é baixa no mundo todo e esse fato tem ganhado cada vez mais espaço na agenda das pesquisas acadêmicas. Dentre os vários fatores apontados como possíveis causas do baixo desempenho feminino na conquista de cargos eletivos, o financiamento de campanha tem sido citado com destaque, dada a alta correlação entre as receitas e as chances de sucesso eleitoral, juntamente com a baixa disposição das mulheres na arrecadação de recursos. Dito isso, busca-se (i) analisar como se dá a distribuição dos recursos financeiros na campanha eleitoral, para os cargos proporcionais, entre mulheres e homens, nas eleições de 2014. E em seguida, pretende-se (ii) verificar se há uma relação entre os recursos financeiros declarados e o desempenho das/os candidatas/os. As hipóteses apresentadas são duas: (i) há particularidades significativas na distribuição de recursos financeiros das candidatas e dos candidatos, estes possuindo uma maior concentração de recursos; e, (ii) essa diferença na distribuição afeta o desempenho eleitoral dos concorrentes, ou seja, candidatos/as com mais recursos terão um melhor desempenho. O trabalho utiliza um modelo quantitativo de pesquisa e tratou os dados coletados do site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o procedimento de estatísticas descritivas. Constatouse que, assim como nos pleitos anteriores, a distribuição dos recursos esteve concentrada nos candidatos homens. Além disso, verificou-se que a receita dos/as eleitos/as continuam muito superior as dos/as não eleitas/os, sendo a diferença entre as mulheres maior. Apesar do aumento no número de candidatas mulheres, o total declarado de receitas dessas diminuiu em 15% de 2010 para 2014. Por fim, nos Estados e nos partidos onde as receitas das mulheres foram mais próximas às dos homens, o desempenho eleitoral delas foi melhor do que o de seus pares masculinos. Palavras-chave: Gênero, Financiamento de campanhas, Desempenho eleitoral, Eleições 2014, Câmara dos Deputadospt_BR
dc.description.abstractAbstract: Women's participation in decision-making processes is low worldwide and this fact has been gaining more space in the academic research agenda. Among the various factors identified as possible causes of low female performance in elective positions, campaign funding has been highlighted, given the high correlation between income and the chances of electoral success, together with the low disposition of women in the Collection of resources. That said, the aim is to (i) analyze the distribution of financial resources in the electoral campaign, to the proportional positions between women and men, in the 2014 elections, and then (ii) A relationship between the declared financial resources and the performance of the candidates. The hypotheses presented are twofold: (i) there are significant particularities in the distribution of financial resources of the women candidates and the men candidates, who have a greater concentration of resources; And (ii) this difference in distribution affects the electoral performance of competitors, that is, candidates with more resources will perform better. The study uses a quantitative research model and treated the data collected from the website of the Superior Electoral Court (TSE) with the descriptive statistics procedure. It was found that, just as in previous elections, the distribution of resources was concentrated on male candidates. In addition, it was found that the income of the elected members continues to be much higher than that of the nonelect, with the difference between women being greater. Despite the increase in the number of women candidates, their reported total income declined by 15% from 2010 to 2014. Finally, in states and in parties where women's incomes were closer to those of men, their electoral performance was better than that of their male counterparts. Keywords: Gender, Campaign Financing, Election Performance, 2014 Elections, Chamber of Deputiespt_BR
dc.format.extent125 p. : il., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectCampanha eleitoral - Financiamento - 2014pt_BR
dc.subjectCiência Políticapt_BR
dc.subjectMulheres na politica - Brasilpt_BR
dc.subjectEleições - Brasil - 2014pt_BR
dc.titleGênero financiado : uma análise da distribuição de recursos financeiros e o desempenho eleitoral das mulheres nas eleições de 2014pt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record