Show simple item record

dc.contributor.authorPereira, Rafael Mirandapt_BR
dc.contributor.otherSantos, Anadalvo Juazeiro dospt_BR
dc.contributor.otherMendonça, Isabele Senapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Curso de Especialização em Economia e Meio Ambientept_BR
dc.date.accessioned2018-09-27T19:18:26Z
dc.date.available2018-09-27T19:18:26Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/54136
dc.descriptionOrientador : Anadalvo Juazeiros dos Santospt_BR
dc.descriptionCoorientadora : Isabele Sena Mendonçapt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Curso de Especialização em Economia e Meio Ambientept_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : O presente trabalho pretende identificar e avaliar instrumentos de regularização ambiental de propriedades rurais no estado de Mato Grosso. Para tal analise, tornou-se necessário um breve resgate das mudanças na legislação florestal brasileira ao longo dos anos, contribuindo assim para um melhor entendimento das dificuldades encontradas de interpretação e aplicação do atual código florestal, Lei Nº 12.651, que gerou muitas dúvidas aos agricultores rurais, principalmente nos parâmetros que diz respeito à regularização de Áreas de Preservação Permanente e área de Reserva Legal dentro das propriedades rurais. A pesquisa se desenvolveu sobre obstáculos e oportunidades nesse caminho de adequação florestal, apontando os instrumentos disponíveis e possíveis riscos e ganhos econômicos envolvidos nas questões ambientais dentro de uma propriedade rural. A adequação ambiental pode trazer benefícios ao produtor e principalmente para a conservação dos recursos naturais. Para subsidiar os resultados e discussões, foram apresentados dois projetos de apoio à regularização ambiental que obtiveram resultados positivos, o projeto Lucas do Rio Verde Legal no município de Lucas do Rio Verde e o projeto Novo Campo desenvolvido no município de Alta Floresta, ambos no estado de Mato Grosso, evidenciando, assim, a necessidade do cumprimento da legislação ambiental vigente, visto que a escassez dos recursos naturais indispensáveis à sobrevivência humana é uma variável preocupante. Tanto os instrumentos previstos no Código Florestal como os projetos apresentados são demonstrações de que é possível realizar a adequação ambiental de propriedades rurais, podendo sim, trazer benefícios para o produtor rural. Palavras-chaves: Ambiental, Impactos; Econômicos; Regularização; Riscos.pt_BR
dc.format.extent41f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectPropriedade rural - Aspectos ambientaispt_BR
dc.subjectBrasil - Código florestalpt_BR
dc.titleAvaliação dos instrumentos de regularização ambiental em propriedades rurais no estado de Mato Grossopt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record