Show simple item record

dc.contributor.advisorPrado, Paulo Henrique Müller, 1967-pt_BR
dc.contributor.authorOliveira Filho, Simão Canuto dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Especialização MBA em Estratégia e Gestão Empresarialpt_BR
dc.date.accessioned2018-08-16T16:18:58Z
dc.date.available2018-08-16T16:18:58Z
dc.date.issued2004pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/53228
dc.descriptionOrientador : Paulo Henrique Müller Pradopt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Curso de Especialização MBA em Gestão Empresarialpt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O enfoque dado neste trabalho é a segmentação como ferramenta de fidelização de clientes Pessoas Físicas no Banco do Brasil e também como ele ainda pode ser aperfeiçoado. Procura-se relatar e analisar as estratégias de segmentação, com suas características e aplicabilidade prática nos negócios e propor ações e medidas para potencializar iniciativas de fidelização de clientes. Pesquisas documentais e dados de entrevistas semi-estruturadas disponibilizadas via INTRANET BB, foram aplicadas à metodologia utilizada, tendo-se como resultado uma análise qualitativa dos dados. Compreende a implantação da segmentação comportamental (1999/2002), que objetiva direcionar as ações de desenvolvimento/adequação de produtos e a segmentação por Níveis de Relacionamento, que visa direcionar o atendimento nos canais de relacionamento, principalmente nas agências e a revisão da segmentação comportamental e a inclusão em caráter de programa-piloto, o chamado de BB Singular (2003/2004). Demonstrou-se ainda, a necessidade estudo mais apurado da segmentação para as Agências do BB com perfil rural, com uma proposta a partir da análise da Agência Castro/Pr. A revisão da literatura traz alguns requisitos básicos para uma segmentação efetiva e há também comparação do modelo teórico e o modelo implementado no Banco do Brasil. A segmentação trouxe ao Banco do Brasil, melhoria no índice de satisfação dos clientes, aumento de rentabilidade e maior compromisso dos funcionários no atendimento à clientela, embora as agências ainda não utilizem todo o ferramental disponibilizado. Ficou evidenciado que para o Banco do Brasil a consolidação da segmentação por Níveis de Relacionamento, porém a Segmentação Comportamental já necessitou de ajustes, e comprovou-se ser necessária constante atualização para acompanhar o mercadopt_BR
dc.format.extentvii, 116 f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectBancos - Segmentaçao de mercado - Segmentaçao de mercadopt_BR
dc.titleSegmentação de clientes pessoas físicas no Banco do Brasil : análise do programa implementado e proposta para os clientes do agronegócios na Agência Castropt_BR
dc.typeMonografia Especializaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record