Show simple item record

dc.contributor.authorMachado, Carlos Eduardo Brochadopt_BR
dc.contributor.otherBasniak, Patricia Aparecidapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Curso de Especialização em Economia e Meio Ambientept_BR
dc.date.accessioned2019-03-18T17:29:40Z
dc.date.available2019-03-18T17:29:40Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/52404
dc.descriptionOrientador : Ma. Patricia Aparecida Basniakpt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Curso de Especialização em Economia e Meio Ambientept_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : O Território Alto Camaquã(TAC)situa-se no Rio Grande do Sul, composto por porções dos municípios de Bagé, Caçapava do Sul, Lavras do Sul, Pinheiro Machado, Piratini, Santana da Boa Vista, Encruzilhadado Sul e Canguçu, drenadas pela parte superior da bacia hidrográfica do rio Camaquã. Está localizado na região fisiográfica denominada Serra do Sudeste. O objetivo com o estudo foi apresentar os fundamentos e identificar as características de um modelo de desenvolvimento endógeno adotado (Projeto Alto Camaquã) de forma a permitir a sua replicação com sucesso em outras localidades. Foram avaliados os dados de mapeamento do uso do solo/cobertura vegetal para determinar as áreas de remanescentes naturais e áreas com uso antrópico no Bioma Pampa e Território Alto Camaquã em 2006 para imagens de 2002 e 2016 para imagens de 2009. Por meio dos resultados de mapeamento/classificação do uso do solo ou da cobertura vegetal do bioma Pampa,realizado em 2016,demonstra-se a parcela de remanescentes naturais no Território Alto Camaquã (61,81%). A conservação destes remanescentes está diretamente associada aos sistemas produtivos adotados na região. O sistema produtivo peculiar do Alto Camaquã preserva os atributos ambientais/paisagísticos naturais da região por meio da transmissão de conhecimentos regionais tácitos à população local, empregados historicamente na atividade pecuária em campos nativos. A organização e mobilização coletiva e cooperação com instituições de apoio e fomento alavancaram as possibilidades de rendimento econômico dos produtores locais por meio do encurtamento da cadeia produtiva e acesso direto ao consumidor final de seu principal produto, a carne de cordeiros ovinos e caprinos.pt_BR
dc.format.extent23 f : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.subjectConservação ambientalpt_BR
dc.subjectDesenvolvimento sustentável - Rio Grande do Sulpt_BR
dc.subjectPecuária - Rio Grande do Sulpt_BR
dc.titleTerritório Alto Camaquã como modelo de desenvolvimento rural sustentávelpt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record