Show simple item record

dc.contributor.authorVicente, André Luizpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Curso de Especialização MBA em Gestão do Agronegóciopt_BR
dc.date.accessioned2019-03-18T14:28:13Z
dc.date.available2019-03-18T14:28:13Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/52396
dc.descriptionOrientador : Doutoranda Nathieli Cozerpt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Curso de Especialização MBA em Gestão do Agronegóciopt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : A Serra do Mar Paranaense possui uma grande diversidade ictiofaunística. No entanto, raras são as espécies de peixes,nativas da região,utilizadas com fins ornamentais. O presente estudo foi desenvolvido com o objetivo de avaliar o potencial de inserção de peixes, nativos da Serra do Mar, no mercado de organismos ornamentais. Foram elaborados e aplicados questionários para a coleta de dados e opiniões de comerciantes e consumidores. As espécies utilizadas para o estudo foram: Acentronichthysleptos, Gymnotus carapo, Hollandichthys multifasciatus, Hyphessobrycon bifasciatus, Hyphessobrycon griemi, Leptolebias aureoguttatus, Microglanis sp., Mimagoniates microlepis, Mimagoniates lateralis, Rachoviscus crassiceps, Rineloricaria sp., Scleromystax barbatus. A aplicação dos questionários foi realizada nas principais lojas de aquariofilia de Curitiba/PR. Dentre os 89 entrevistados, os que possuíam aquários de água doce representaram 93,8%. As descrições (sem a apresentação das imagens dos peixes) mais aceitas pelos possíveis consumidores foram as referentes às espécies H. griemi, S. barbatus, H. bifasciatus, M. lateralis, R. crassiceps e M. microlepis(com 70%, 66%, 62%, 61%, 61% e57% de aceitação, respectivamente). Quando utilizados questionários que além das exigências de manejo, de aspectos comportamentais e biológicos apresentavam as fotos dos peixes estudados, houve preferência pelas seguintes espécies: H. griemi, S. barbatus, H. bifasciatus, M. lateralis, R. crassiceps, M. microlepis e L. aureoguttatus (com 63%, 71%, 54%, 63%, 79%,79% e 71% de aceitação, respectivamente). Constatou-se que o fator visual foi decisivo na avaliação dos peixes potencialmente ornamentais, suplantando todos os demais fatores pesquisados. As características visuais dos peixes reduziram a aceitabilidade de algumas espéciesem até 8%, como no caso do H. griemi e H. bifasciatus, e a aumentaram em até 34%, como no caso do L. aureoguttatus. Concluiu-se que pelo menos quatro espécies apresentaram potencial de mercado: L. aureoguttatus, S. barbatus, R. crassiceps e M. microlepis.pt_BR
dc.format.extent19 f : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.subjectFauna - Serra do Mar - Paranápt_BR
dc.subjectPeixe de aquariopt_BR
dc.titleAvaliação do potencial de inserção de peixes nativos da serra do mar paranaense no mercado da aquariofiliapt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record