Show simple item record

dc.contributor.authorBiron, Elis Jordana Mengardapt_BR
dc.contributor.otherMurta, Guilherme A. (Guilherme Augusto)pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Curso de Especialização em Medicina do Trabalhopt_BR
dc.date.accessioned2019-08-16T14:01:01Z
dc.date.available2019-08-16T14:01:01Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/51883
dc.descriptionOrientador : Guilherme Murtapt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de ..., Curso de Especialização em ...pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : O ruído ocupacional é o agente nocivo mais comum no ambiente de trabalho, e a principal causa, sujeita à prevenção de perda auditiva sensório-neural em adultos. Quando o ruído é intenso e a exposição a ele é contínua, desenvolvem-se alterações na estrutura interna da cóclea, podendo originar a perda auditiva induzida pelo ruído ocupacional (PAIRO). Uma vez instalada, a PAIRO, não afeta somente a comunicação, mas de modo integral a qualidade de vida dos trabalhadores, por isso tem sido objeto de estudo freqüente no campo da saúde. A revisão da literatura é a análise crítica, meticulosa e ampla das publicações existentes em uma determinada área do conhecimento; adotamos a revisão narrativa, pela possibilidade de acesso as experiências dos autores, sendo que esta não é imparcial porque permite o relato de outros trabalhos, a partir da compreensão dos autores. Para o diagnostico de PAIRO, a pesquisa dos limiares tonais por via aérea e via óssea, é o método universalmente adotado; porém as lesões iniciais ao sistema auditivo não são detectadas pela audiometria, sendo diagnosticadas somente após existirem danos irreversíveis. A possibilidade de se detectar precocemente uma alteração auditiva por meio das emissões otoacústicas (OEA) foi o objetivo desse estudo; pois os danos causados pela exposição ao ruído são detectáveis nas OEA, mesmo antes de serem identificados ou visíveis no audiograma. Isto é, antes de haver alteração do limiar auditivo, já existe alteração no resultado das OEA. Assim sendo, as OEA torna-se uma ferramenta importante para o médico do trabalho por detectar precocemente os primeiros sinais de lesão, sendo uma avaliação subjetiva, rápida, de fácil execução, simples e eficiente.pt_BR
dc.format.extent15 p.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.subjectPerda Auditivapt_BR
dc.subjectSaúde do trabalhadorpt_BR
dc.titleA detecção precoce da perda auditiva induzida pelo ruído com o uso das emissões otoacústicas produto de distorçãopt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record