Show simple item record

dc.contributor.authorHermann, Ana Paulapt_BR
dc.contributor.otherGonçalves, Luciana Schlederpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Especialização em Gestão da Saúdept_BR
dc.date.accessioned2019-01-23T12:34:25Z
dc.date.available2019-01-23T12:34:25Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/51640
dc.descriptionOrientador : Luciana Schleder Gonçalvespt_BR
dc.descriptionProjeto Técnico (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Especialização Gestão em Saúdept_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : O avanço tecnológico na área da saúde permite ampliação do trabalho da equipe de enfermagem na área de radiologia. Esses profissionais devem considerar a complexidade dessa área de atuação e assim contribuir para o gerenciamento de riscos com a adoção de práticas que promovam cuidados seguros. Dentre as práticas seguras ressalta-se a necessidade da manipulação adequada da bomba injetora de contraste e segurança na prescrição, uso e administração de meios de contraste que são considerados medicamentos de alta vigilância. No entanto, no último ano, durante minhas atividades laborais como enfermeira da unidade de imagem do CHC, percebi que esse fluxo apresenta-se muito frágil, sem as devidas medidas de segurança, que podem interferir negativamente na assistência prestada ao paciente. Assim, o objetivo geral desse projeto técnico é implantar medidas de segurança no armazenamento, dispensação, prescrição e administração de meios de contraste. E os objetivos específicos são: criar fluxo de dispensação de meios de contraste em conjunto com a Unidade de Farmácia Hospitalar; estabelecer local apropriado para armazenamento de meios de contraste na Unidade de Imagem; elaborar formulário para prescrição de meios de contraste; realizar treinamento com a equipe multiprofissional sobre administração de meios de contraste; estabelecer fluxo para arquivamento dos Termos de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) assinados pelo paciente ou familiar. Para alcance dos objetivos propostos serão necessárias ações dos seguintes atores: chefia da unidade de imagem, supervisora de enfermagem, supervisora da radiologia, supervisora médica, supervisora da farmácia e supervisor da informática. Não serão necessários recursos financeiros, apenas recursos humanos que terão que organizar e/ou readequar os as instalações já existentes. Espera-se com esse trabalho a implantação de prescrição médica para meios de contraste contendo nome do paciente; medicação; via de administração; dose a ser administrada e horário da administração. Ademais, espera-se que todo processo de prescrição, dispensação, armazenamento e administração de contraste se torne mais seguro.pt_BR
dc.format.extent20 p.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.relationDisponível em formato digital.pt_BR
dc.subjectDiagnóstico por imagempt_BR
dc.subjectPacientes - Medidas de segurançapt_BR
dc.subjectMedicamentos - Prescriçaopt_BR
dc.titleTornando mais segura a administração de meios de contraste em uma unidade de imagempt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record