Show simple item record

dc.contributor.authorPaixão, Danieli Parreira da Silva Stalisz dapt_BR
dc.contributor.otherCruz, Elaine Drehmer de Almeidapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Enfermagempt_BR
dc.date.accessioned2017-12-06T16:24:37Z
dc.date.available2017-12-06T16:24:37Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/51250
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª Elaine Drehmer de Almeida Cruzpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 14/08/2017pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f.73-85pt_BR
dc.description.abstractResumo: A segurança do paciente está atrelada à qualidade da assistência e inclui ações básicas, as quais são estabelecidas pelo Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP) a todos os serviços de saúde do país. Unidades de pronto atendimento (UPA) caracterizam-se por alta demanda que somada à sobrecarga de trabalho e recursos humanos insuficientes comprometem a segurança. Esta pesquisa teve por objetivos realizar o diagnóstico situacional da segurança do paciente nas Unidades de Pronto Atendimento do Município de Curitiba-PR e elaborar ações para a sua promoção. Trata-se de uma pesquisa ação, estruturada em duas etapas, Fase Exploratória e Plano de Ação. Na Fase Exploratória foi realizada a coleta de dados, entre abril e setembro de 2016, em amostra estratificada, em dois estágios, nas oito UPA administradas pelo município, utilizando-se checklist estruturado em seis categorias, contendo itens básicos para a segurança, que correspondem aos protocolos do PNSP, relativos à identificação do paciente, risco de queda, risco de lesão por pressão, administração de medicamentos, risco de infecção e risco cirúrgico. Os dados relativos a 377 pacientes foram analisados por estatística descritiva. Esta fase encerrou-se com uma oficina cujo objetivo foi apresentar aos profissionais das UPA o diagnóstico situacional e definir os temas para o Plano de Ação. Este plano foi desenvolvido durante quatro oficinas, de outubro a novembro de 2016, nas quais os temas definidos como prioritários foram debatidos com vistas a elaborar ações de melhorias com base nos resultados da Fase Exploratória, contexto organizacional das UPA e ações estabelecidas pelo PNSP. Como resultados destaca-se que, na Fase Exploratória, foram identificadas importantes lacunas associadas à segurança, tais como ausência de identificação sistematizada e segura do paciente, ausência de avaliação e sinalização do risco para queda e desenvolvimento de lesão por pressão. Observou-se que 52,8% das soluções parenterais em uso não estavam identificadas e que em apenas 29,4% dos pacientes a condição alérgica foi investigada. Porém, em 80,6% dos pontos de assistência havia a disponibilidade de solução alcoólica para a higienização das mãos. O Plano de Ação resultou em ações elaboradas participativamente, direcionadas à realidade do campo de pesquisa e fundamentadas no PNSP no que diz respeito à identificação do paciente e administração de medicamentos de alta vigilância. Concluiu-se existir importantes fragilidades em relação à assistência segura nas UPA; porém, o envolvimento de parte dos profissionais que nelas atuam contribuiu para traçar ações de segurança com base no contexto assistencial e incentivar a continuidade da construção participativa e melhoria da qualidade da assistência. Palavras-chave: Segurança do Paciente. Serviços Médicos de Emergência. Qualidade da Assistência à Saúde. Enfermagem em Emergência.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Patient safety is an important issue, which is linked to the quality of care and includes, necessarily, basic actions, set by the National Patient Safety Program (PNSP) to all health services in the country. Early Care Units (UPA), a Brazilian health care service, are characterized by extremely high demand, work overload and insufficient human resources, a situation that compromises safety in many levels. The objective of this research was: 1) to carry out a situational diagnosis of patient safety in the 24-hour UPAs of the Municipality of Curitiba (in the State of Paraná), and 2) to come up with actions for its promotion. It is an action research, structured in two stages, Exploratory Phase and Plan of Action; all the steps observed the ethical precepts of a research with human beings. In the Exploratory Phase, between April and September of 2016, in two stages, data collection was performed with the means of stratified sampling, in all eight UPA administered by the Municipality of Curitiba, besides a structured checklist based on the PNSP protocols, regarding patient identification, risk of fall, risk of pressure injury, medication administration, risk of infection and surgical risk. Data on 377 patients was analyzed by the means of descriptive statistics. This phase ended with a workshop aimed at presenting to all UPA professionals the current situational diagnosis, and at defining the topics for a Plan of Action. Such plan was developed during four workshops, in October and November of 2016, in which all of the most relevant issues were discussed, with the purpose of elaborating improvement actions. These actions were based on: 1) the results of the Exploratory Phase, 2) the organizational context of the UPAs, and 3) actions established by the PNSP. As a preliminary result, it should be noted that, in the Exploratory Phase, important safety-related gaps were identified, such as lack of systematized and safe identification of patients, and absence of assessment in cases of risk of falling and development of pressure injury. It was observed that 52.8% of the parenteral solutions in use were not identified, and that only 29.4% of patients had their allergic conditions investigated. However, in 80.6% of all assistance points it was possible to find alcoholic solutions for hand hygiene. The Action Plan resulted in participatory actions, directed to the reality of the field of research and based on the PNSP, regarding patient identification and administration of high vigilance drugs. It can be concluded that there are important weaknesses in relation to safe care in the investigated UPAs; however, the involvement of health professionals contributed to build up safety actions based on the assistance context, encouraging a continual improvement in the quality of assistance. Keywords: Patient Safety; Emergency Medical Services; Quality of Health Care; Emergency Nursingtpt_BR
dc.format.extent129 f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectEnfermagempt_BR
dc.subjectSegurança do pacientept_BR
dc.subjectServiços médicos de emergênciapt_BR
dc.subjectQualidade da assistência à saúdept_BR
dc.subjectEnfermagem em emergênciapt_BR
dc.titleAs ações para segurança do paciente em unidades de pronto atendimentopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record