Show simple item record

dc.contributor.advisorBrofman, Paulo Roberto Slud, 1949-pt_BR
dc.contributor.authorMilani, Rodrigo Mussipt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgicapt_BR
dc.date.accessioned2017-12-06T15:09:04Z
dc.date.available2017-12-06T15:09:04Z
dc.date.issued2000pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/51237
dc.descriptionOrientadora: Prof. Dr. Paulo Roberto Slud Brofmanpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgica. Defesa: Curitiba, 14/12/2000pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 62-73pt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente estudo foi desenvolvido no Serviço de Cirurgia Cardíaca do Hospital Universitário Cajuru, com objetivo de analisar os resultados imediatos da operação para revascularização do miocárdio sem pincamento aórtico total, associado a hipotermia, fibrilação ventricular e aspiração continua do ventrículo esquerdo pela veia pulmonar superior direita. A casuística foi constituída de 70 pacientes submetidos a operação para revascularização do miocárdio com esta técnica acima citada sendo utilizada como método de proteção miocárdica. A idade variou de 36 a 77 anos com 52 pacientes do sexo masculino. Sessenta e cinco pacientes apresentavam ao menos um fator de risco para doença coronariana e 39 pacientes eram portadores de angina instável. Vinte e oito pacientes tinham antecedente de infarto do miocárdio. A fração de ejeção media pré-operatória foi de 64,6% e o encurtamento percentual médio de 29,8%.0 numero total de enxertos coronários realizados foi de 210, perfazendo uma media de três enxertos por paciente. Cinquenta e oito pacientes receberam enxerto de artéria torácica interna. O tempo médio de circulação extracorpórea foi de 84,7 minutos e o tempo de fibrilação médio de 29,6 minutos. Não houveram óbitos nesta serie. Oito pacientes apresentaram quadro de fibrilação atrial no período pós-operatório, todos revertidos a ritmo sinusal com cárdio versão química. Dois pacientes necessitaram ser reoperados por sangramento apos o ato operatório e outros dois pacientes evoluíram com infarto agudo do miocárdio. A fração de ejeção media pós-operatória foi de 68,6% e o encurtamento percentual de 32,1%. Ambos apresentaram melhora estatisticamente significativa. A analise dos resultados imediatos da operação para revascularização do miocárdio sem pincamento aórtico total, associado a hipotermia, fibrilação ventricular e aspiração continua de ventrículo esquerdo pela veia pulmonar superior direita, sem o uso de cárdioplegia nos permite concluir que, com base nos resultados clínicos e dados ecocardiográficos pré e pós-operatórios, que este método de proteção miocárdica pode ser utilizado com segurança nas operações para revascularização do miocárdio.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The present study has been developed at de Department o f Cardiac Surgery at the Hospital Cajuru-PUC-Pr in order to analyze the immediate results of the operation for myocardial revascularization without total aortic cross clamp associate to hypothermia, ventricular fibrillation and continues vent of the left ventricle thru the right superior pulmonary vein. The casuistry was constituted of seventy patients who were submitted to operation for myocardial revascularization under the technique above used as method for myocardial protection. Fifty-two patients were male with age from 36 to 77 years old. Sixtyfive patients presented at least one risk factor for coronary artery disease and 39 were on unstable angina. Twenty-eight patients had previous myocardial infarctation. The mean ejection fraction pre-operative was 64.6% and the mean left ventricle shortening percentage was 29.8%. The total numbers o f grafts were 210 with a mean 3 grafts per patients. Fifty-eight patients received one internal mammary artery. The meantimes of cardiopulmonary' bypass were 84.7 minutes and the meantimes of ventricular fibrillation were 29.6 minutes. There were no deaths in this series. Eight patients had atrial fibrillation all of them reverted to sinus rhythmus with drugs. Two patients needed reoperation for bleeding and two patients presented signs of myocardial infarctation. The mean ejection fraction post-operative were 68.6% and the mean left ventricular shortening percentage were 32.1%. Both presented a statistical significance improvement. The analyze o f the immediate results o f the operation for myocardial revascularization without total aortic cross clamp associated with hypothermia, ventricular fibrillation and continues vent of the left ventricle thru the right superior pulmonary vein, without use of cardioplegia led us to conclude, on the basis of echocardiography pre and post - operative that this technique can be use as a safety method for myocardial protectionpt_BR
dc.format.extent73 f. : il. algumas color., gráfs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectCirurgiapt_BR
dc.subjectRevascularizaçao do miocardiopt_BR
dc.titleAnálise dos resultados imediatos da operação para revascularização do miocárdio sem pinçamento aórtico totalpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record