Show simple item record

dc.contributor.authorGardini, Paulo Rodolfopt_BR
dc.contributor.otherEsteves, Luiz Alberto, 1973-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Especialização em Desenvolvimento Econômicopt_BR
dc.date.accessioned2018-06-19T19:05:13Z
dc.date.available2018-06-19T19:05:13Z
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/49645
dc.descriptionOrientador : Luiz Alberto Estevespt_BR
dc.descriptionArtigo (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Especialização em Desenvolvimento Econômicopt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O modelo monocêntrico de urbanização de Muth (1969) e Mills (1972) até hoje é o modelo dominante da estrutura espacial urbana. As previsões centrais desse modelo são que a densidade populacional, os valores da terra, e os preços das casas caem com a distância do centro da cidade. No entanto, muitas vezes as áreas urbanas modernas podem ser caracterizadas mais apropriadamente como policêntricas, em vez de monocêntricas. Nesse contexto testaremos a hipótese de monocentricidade na região de Curitiba, por meio do quantitativo de antenas de celular disponíveis no sítio da Anatel.pt_BR
dc.format.extent14 p.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.relationDisponível em formato digital.pt_BR
dc.subjectUrbanização - Curitiba (PR)pt_BR
dc.subjectCidades e vilas - Percepção espacialpt_BR
dc.titleModelo monocêntrico de urbanização : teste na região de Curitibapt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record