Show simple item record

dc.contributor.advisorBersot, Luciano dos Santospt_BR
dc.contributor.authorSilva, Erton Gomes dapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor Palotina. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animalpt_BR
dc.date.accessioned2017-11-09T20:39:01Z
dc.date.available2017-11-09T20:39:01Z
dc.date.issued2017-11-09T18:38:24Zpt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/49579
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Luciano dos Santos Bersotpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Palotina, Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal. Defesa: Palotina, 30/05/2017pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 56-61pt_BR
dc.description.abstractResumo: Estabelecimentos de abate de aves utilizam grandes volumes de água para o abate e processamento de carcaças de frangos. Uma dessas etapas é a lavagem final das carcaças com água pressurizada. Etapa que ocorre após a evisceração. Para atender a legislação vigente são usados no mínimo 1,5 litros de água por carcaça abatida diariamente, a fim de remover a contaminação superficial. Essa lavagem demanda volume significativo de água ao se considerar o consumo total de um abatedouro em um dia de trabalho. A partir destas constatações, o objetivo deste estudo foi avaliar a possível redução do volume de água a ser utilizado neste ponto da linha de abate, bem como comparar a contaminação microbiana das carcaças antes e após a lavagem e também após o pré-resfriamento das carcaças por imersão em chillers. As coletas de amostras foram realizadas em um abatedouro de aves de grande porte, em três pontos diferentes da linha de abate, antes e após a lavagem das carcaças e após o chiller. Foram realizadas analises de contagens para os grupos de micro-organismos indicadores de higiene mais comumente utilizados: aeróbios mesófilos, enterobactérias, coliformes cotais e Escherichia coli. Neste estudo, a influência do estágio de lavagem sobre a contaminação superficial das carcaças de frango é mostrada em relação a quantidade de água utilizada. Nos resultados obtidos pode-se observar que a redução da contagem Log UFC/cm2 não foi significativamente diferente entre volume preconizado pela legislação (1,5 L) em relação a redução do volume para 1/3 (1L). Bem como as contagens realizadas após o chiller, para os três tratamentos avaliados (0L, 1L, 1,5L) também não demostraram diferença significativa das contagens realizadas antes da lavagem. A quantidade de água usada para lavagem influenciou coliformes totais e Escherichia coli. Não afetou aeróbios mesófilos e enterobactérias, nas contagens antes e após a lavagem. Assim, é possível rever o volume de água preconizado atualmente, reduzindo a captação de água, formação de efluentes e despejo em rios e, consequentemente custos, fazendo melhor uso da água e mantendo a qualidade microbiológica das carcaças. Palavras-chave: Consumo de água. Lavagem de carcaças de frango. Micro-organismos indicadores. Qualidade microbiológica.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: In poultry slaughterhouse establishments use large volumes of water to the slaughter and processing of chicken carcasses. One of those stages is the final washing of carcasses with pressurized water. Stage the is after the gutting. To comply current legislation are used at least 1.5 litres of water per carcass slaughtered daily, in order to remove the surface contamination. The washing stage demand a significant amount of water when considering the total consumption of a slaughterhouse in a day's work. From these observation, the aim of this study was to evaluate the possible reduction of the amount of water to be used at this in the slaughter line, as well as compare the microbial contamination of carcasses before and after washing and also after pre-cooling of the carcasses by immersion in chiller. The samples were collected at a large poultry slaughterhouse in three different points of the slaughter line, before and after the washing of carcasses and after the chiller. Analyses were undertaken of counts for the groups of microorganisms most commonly used hygiene indicators: mesophilic aerobic, Enterobacteriaceae, total coliform and Escherichia coli. In this study, the influence of the wash stage on the surface contamination of carcasses of chicken is shown in relation to the amount of water used. The results obtained can be noted that reducing the count Log CFU/cm2 was not significantly different between volume recommended by legislation (1.5 L) regarding the reduction of the volume to 1/3 (1L). As well as the counts carried out after the chiller for the three evaluated treatments (0 L, 1 L, 1.5L) is also not demonstrated significant difference of the counts carried out before washing. The amount of water used for washing influenced total coliforms and E. coli. Aerobic mesophilic and Enterobacteriaceae did not affect, in the counts before and after washing. Thus, it is possible to review the currently recommended water flow, reducing the water capture, training and dumping effluents into rivers and consequently costs, making better use of water and maintaining the microbiological quality of the carcasses. Key-words: Water consumption. Washing of chicken broilers. Indicators Microorganisms. Microbiological quality.pt_BR
dc.format.extent63 f. : il., algumas color., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectCiência Animalpt_BR
dc.titleEfeito da redução da vazão de água no chuveiro de lavagem final sobre a contaminação superficial de carcaças de frango após o pré-resfriamento em chiller.pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record