Show simple item record

dc.contributor.advisorGruner, Clóvis, 1971-pt_BR
dc.contributor.authorDobrychtop, Guilherme Ieger, 1990-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Históriapt_BR
dc.date.accessioned2022-07-06T17:50:34Z
dc.date.available2022-07-06T17:50:34Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/49565
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Clóvis Grunerpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História. Defesa: Curitiba, 05/09/2017pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 197-201pt_BR
dc.description.abstractResumo: Este trabalho analisa a história em quadrinhos Sandman, escrita por Neil Gaiman e publicada pela editora norte americana DC Comics durante os anos de 1988 e 1996. A análise se fixou nas relações desta com o pós-modernismo e, principalmente, em como a morte é representada na publicação, uma vez que a morte não apenas aparece como algo importante na narrativa, onde vários personagens são mostrados encontrando o fim de sua vida, como também esta aparece enquanto personagem. Pelo fato da personagem Morte ser caracterizada não da forma mais tradicional, com vestes negras e uma foice, mas sim como uma garota gótica divertida e apaixonante, torna-se propício um diálogo acerca da morte no contexto da obra, o pós-modernismo, e o quanto este é semelhante ou diferente à representação da personagem. Desta forma, trabalhando as relações com a morte ao longo da História, mas fixando-se no contexto proposto, dentre os anos 1988 e 1998, pretende se compreender como a sociedade se comporta diante da morte, como esta encara o ato de morrer, por vezes o negando ou ignorando, sempre o afastando, e como isso pode ser relacionado com uma representação da morte tão diferente, tão encantadora, como alguém de quem não se quer fugir, mas encontrar imediatamente. Palavras-chave: histórias em quadrinhos; morte; pós-modernismo; Sandman;pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This work analyse the comic book Sadnamn, writen by Neil Gaiman and published by the north american publishing company DC Comics amont the years 1988 and 1996. The analysis was focused in the relations os this with the post-modernism and, mainly, in how the death is represented in the publication, once death shows like something importante in the story, where lots of characters are shown finding the end of their lives, and also is shown like a character. By the fact that the character Death is characterized no in the most tradicional way, with black robes and a sickle, but like a fun and lovely goth girl, its possible a dialogue about death in the contexto of comic, the post-modernism, and how similar or different is this to the representation in the comic books. This way, writing about the relations with death over the History, but keeping in the contexto, among the years 1988 and 1998, its intended to understand how the society behaves in the face of death, how it faces the act of dying, many times denying ou ignoring, aways pushing it away, and how this can be related with a very different representation of death, so lovely, like someone that you don't want to run away from, but meet immediately. Key-words: comic books; death; post-modernism; Sandman;pt_BR
dc.format.extent201 f. : il. color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectHistóriapt_BR
dc.subjectGaiman, Neil, 1960-pt_BR
dc.subjectHistórias em quadrinhospt_BR
dc.subjectMorte - Pos-modernismopt_BR
dc.title"Morte, o preço da vida" : as representações de morte e pós-modernismo em Sandman, de Neil Gaiman (1988-1998)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record