Show simple item record

dc.contributor.advisorTakahashi, Adriana Roseli Wünsch, 1969 -pt_BR
dc.contributor.authorKuabara, Paula Suemi Souzapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Administraçãopt_BR
dc.date.accessioned2017-11-21T19:43:09Z
dc.date.available2017-11-21T19:43:09Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/49343
dc.descriptionOrientador : Profª Drª Adriana Roseli Wünsch Takahashipt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração. Defesa: Curitiba, 23/05/2017pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 256-268pt_BR
dc.description.abstractResumo: Este estudo teve o objetivo de analisar o processo de aprendizagem organizacional no desenvolvimento de práticas de diversidade para pessoas com deficiência em subsidiárias brasileiras, considerando o contexto legal da matriz e a presença do cerimonialismo. A partir desse problema de pesquisa foi escolhido o contexto de multinacionais por considerar que valores organizacionais podem adquirir novos significados quando interpretados pelos atores locais frente à novas demandas do ambiente, como a inclusão de pessoas com deficiência no contexto de trabalho. Com base em uma perspectiva epistemológica construtivista social, este trabalho teve uma abordagem qualitativa, com uma perspectiva temporal de corte transversal e aproximação longitudinal, para tanto utilizou-se como estratégia de pesquisa o estudo de caso. Nesta pesquisa foram investigadas duas subsidiárias de multinacionais que atuam no Brasil e que possuíam práticas de diversidade para a inclusão de pessoas com deficiência. eAs análises da pesquisa empírica mostraram que o processo de inclusão de pessoas com deficiência no ambiente de trabalho nas duas subsidiárias estudadas se deu em função da Lei n. 8213/91, que prevê a obrigatoriedade de empresas com mais de 100 funcionários reservarem postos de trabalho para esse público. Fatores internos como os valores organizacionais, a cultura da matriz, o entendimento sobre a deficiência e as relações interpessoais influenciaram as práticas de diversidade criadas e, consequentemente, a forma de condução das práticas. O contexto da inclusão de pessoas com deficiência, característico do Brasil, fez com que o conhecimento externo local fosse mais valioso que o próprio conhecimento sobre diversidade da matriz para que as subsidiárias conseguissem criar suas práticas de diversidade. Apesar de um início de inclusão similar, o resultado das práticas de diversidade nas duas subsidiárias se diferenciaram ao longo do tempo, conduzindo a resultados distintos. Verificou-se que mesmo havendo uma aprendizagem de nível superior, é possível que nem todas as práticas alcancem o nível organizacional. Mesmo com a preocupação em incluir a diversidade em suas rotinas organizacionais o cerimonialismo foi identificado nas práticas das subsidiárias quando analisado, no Caso Beta, a visão dos membros organizacionais sobre a contratação de pessoas com deficiência, sua capacidade para o trabalho, o entendimento e aceitação da diversidade no ambiente organizacional, e quando analisada no Caso Gama, ações de discriminação de algumas áreas em relação à inclusão da diversidade e discursos que justificam a não-conformidade com as necessidades de adequação arquitetônica em função do critério de eficiência financeira. Ainda em relação ao cerimonialismo, foi observado que este pode estar restrito a algumas práticas, principalmente naquelas em que os atores organizacionais não conseguiram absorver valores de diversidade. Dessa forma, o cerimonialismo pode ser considerado uma categoria que pode influenciar no processo de aprendizagem organizacional, pois sem a contribuição dos membros organizacionais a inclusão pode não ser realizada de forma consistente, dificultando o alcance de um resultado efetivo. Em contrapartida a internalização de uma cultura de valorização da diversidade pode dificultar o surgimento do cerimonialismo e contribuir para a promoção de um processo de aprendizagem organizacional. Uma cultura de reconhecimento da diversidade pode promover o amadurecimento do conhecimento sobre a inclusão e contribuir para a criação de práticas de diversidade substantivas. Palavras-chave: Aprendizagem Organizacional. Cerimonialismo. Práticas de Diversidade. Pessoas com Deficiência. Multinacionais.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The purpose of this study was to analyze the organizational learning process in the development of diversity practices for people with disabilities inclusion in Brazilian subsidiaries, considering the legal context of the matrix and ceremonialism. Based on this research issue, the multinational context was chosen because it considered that organizational values can acquire new meanings when interpreted by local actors in face of new demands of the environment, as people with disabilities in the organizational context. Based on a social constructivist epistemological perspective, this study had a qualitative approach, with a temporal perspective of cross-section with longitudinal approximation and case study was used as a research strategy. Therefore, was investigated two subsidiaries of multinationals operating in Brazil that had diversity of practices for the inclusion of people with disabilities. The analysis of empirical research showed that the process of inclusion of people with disabilities in the workplace in both subsidiaries studied was due to Law n. 8213/91, which provides for the obligation of companies with over 100 employees to reserve quotas for this audience. Internal factors such as organizational values, matrix culture, understanding of disability and interpersonal relationships influenced the diversity practices created and, consequently, their management. The context of people with disabilities inclusion, characteristic of Brazil, made the local external knowledge more valuable than the own knowledge about diversity of the matrix so that the subsidiaries were able to create their diversity practices. Although a similar early inclusion, the result of the diversity practices in the two subsidiaries differed over time, leading to different results. It was found that even with higher level learning, it is possible that not all practices reach the organizational level. Even with the concern to include diversity in its organizational routines, ceremonialism was identified in the subsidiaries practices when analysed, in the Beta Case, the organizational members' view on hiring people with disabilities, their capacity for work, understanding and acceptance of the diversity in the organizational environment, and when analyzed in the Gama Case, actions of discrimination of some areas in relation to the inclusion of diversity and discourses that justify the nonconformity with the needs of architectural adequacy in function of the criterion of financial efficiency. Even regarding ceremonialism, it was observed that this may be restricted to some practices, especially those that could not absorb diversity values. Thus, ceremonialism can be considered a category that can influence the organizational learning process, because, without organizational members contribution, inclusion can not be performed consistently, making it difficult to achieve an effective result. On the other hand, the internalization of a culture of valorization of diversity can hinder the emergence of ceremonialism and contribute to the promotion of an organizational learning process. Key-Words: Organizational Learning. Ceremonialism. Diversity Practices. People with Disabilities. Multinationals.pt_BR
dc.format.extent307 p. : gráfs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectAdministraçãopt_BR
dc.subjectAprendizagem organizacionalpt_BR
dc.subjectDiversidade no local de trabalhopt_BR
dc.subjectDeficientes - Empregopt_BR
dc.subjectEmpresas multinacionaispt_BR
dc.titleAprendizagem organizacional, práticas de diversidade para pessoas com deficiência e cerimonialismo em empresas multinacionaispt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record