Show simple item record

dc.contributor.advisorRebellato, Nelson Luis Barbosa, 1960 -pt_BR
dc.contributor.authorBenato, Leonardo Silvapt_BR
dc.contributor.otherSchieferdecker, Maria Eliana Madalozzopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologiapt_BR
dc.date.accessioned2017-10-27T18:52:35Z
dc.date.available2017-10-27T18:52:35Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/49340
dc.descriptionOrientador: Nelson Luis Barbosa Rebellatopt_BR
dc.descriptionCoorientadora: Maria Eliana Madalozzo Schieferdeckerpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Odontologia. Defesa: Curitiba, 31/07/2017pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 54-60pt_BR
dc.description.abstractResumo: Objetivo: Avaliar o estado nutricional antropométrico, percentual de perda de peso e exames laboratoriais de pacientes submetidos à cirurgia ortognática nos períodos pré e pós-operatório de 40 dias. Materiais e Métodos: Estudo observacional longitudinal em pacientes com deformidade dentofacial, admitidos na Clínica de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofaciais/Odontologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR) no período compreendido entre dezembro de 2013 e novembro de 2015. Os pacientes foram separados em grupos de cirurgias mono e bimaxilares para avaliar a diferença entre os grupos. Uma examinadora experiente e calibrada aferiu no pré-operatório de uma semana e pós operatório de 40 dias, Peso Atual (PA) e estatura, enquanto os cirurgiões solicitaram os exames de albumina, linfócitos, hematócrito e hemoglobina. A partir do resultado obtido do peso atual, foram calculados os percentuais de perda de peso involuntária. A gravidade da perda de peso foi classificada como moderada até 5% e intensa quando superior a 5%. Os valores obtidos de peso e estatura foram utilizados para o cálculo do índice de massa corporal (IMC), obtido a partir da divisão da medida do peso aferido pela medida da altura aferida ao quadrado. Os modelos foram ajustados usando o método da máxima verossimilhança, e os efeitos dos fatores sob estudo foram testados mediante aplicação do teste t. O teste qui - quadrado de associação foi aplicado com o objetivo de investigar possível associação entre o tipo de cirurgia e a perda de peso superior a 5% do peso inicial. As análises foram realizadas utilizando-se o software R. Resultados: Para o peso foi verificado efeito significativo da interação entre o tipo de cirurgia e o momento de avaliação (; p=0.03), indicando que, em média, a variação de peso nos 40 dias não foi a mesma para pacientes submetidos a cirurgia mono e bimaxilar Para o IMC, foi verificado efeito significativo no pré e pós operatório da interação entre o tipo de cirurgia e o momento de avaliação ( p =0,0197), indicando que, em média, a variação de IMC nos 40 dias não foi a mesma para pacientes submetidos às diferentes cirurgias. Quando comparado os dois tipos de intervenção houve diferença de IMC nos dois momentos de avaliação (p < 0,001) para a cirurgia monomaxilar; (p < 0,001) para a bimaxilar. No entanto, pode-se observar maior redução de IMC do momento 0 para o momento 40 sob intervenção 2 (redução média de 1.44 (erro padrão igual a 0,18)) do que sob intervenção 1 (redução média de 0.86 (0.16. Ao avaliar os exames laboratoriais não foram observados efeitos significativos, nem quando comparados aos dados antropométricos. Conclusões: A cirurgia ortognática induz perda de peso e diminuição do IMC, até o 40º dia de pós-operatório, sendo que os pacientes submetidos à cirurgia bimaxilar perdem quase o dobro de peso quando comparados a cirurgia monomaxilar. Os exames laboratoriais não apontam perdas nutricionais relevantes. Palavras-chave: Cirurgia ortognática. Avaliação nutricional. Índice de massa corporal. Perda de peso.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Objective: To evaluate the anthropometrical nutritional state, the percentage of weight loss and biochemical exams of patients under orthognatic surgery during the pre and post operatory periods of 40 days. Materials and Methods: Observational study on patients with dentofacial deformities into the Clinic of Bucomaxillofacial surgery/ Odontology of the Universidade Federal do Paraná (UFPR) during the period between December 2013 and November 2015. The patients were separated in groups of mono and bimaxillars surgeries in order to evaluate the difference between them. The Current Weight (CW) and stature were calibrated, as well as the requested exams: albumin, lymphocytes, hematocrits and hemoglobin. From the obtained results of the current weight, the percentage of involuntary weight loss were calculated. The gravity of the weight loss were classified as moderate until 5% and intense when superior to 5%. The obtained values of weight and stature were utilized to calculate the body mass index (BMI), obtained from the division of the measure of the calibrated weight by the measure of the squared calibrated height. Results: For the BMI, the significant effect of the interaction between the type of surgery and the evaluation moment (p =0,0197) was verified, indicating that, on average, the variation of BMI in the 40 days was not the same for patients submitted to both surgeries. For the weight, the significant effect of interaction between the kind of surgery and the moment of evaluation (p=0.03) was also verified, indicating that, on average, the variation of weight during the 40 days was not the same for patients submitted to both surgeries. For BMI, the significant effect on the preoperative and postoperative period of the interaction between the type of surgery and the moment of evaluation ( p = 0.0197) was verified, indicating that, on average, a variation Of BMI in the 40 days was not one for patients submitted to different surgeries. When comparing the two types of intervention, there was a difference in BMI in the two moments of evaluation (p <0.001) for intervention 1; ( p <0.001) for an intervention 2. However, a greater reduction of BMI from moment 0 to moment 40 under intervention 2 (mean reduction of 1.44 (standard error equal to 0.18) ) Than under intervention 1 (mean reduction of 0.86 (0.16). When evaluating laboratory tests, no significant effects were observed, nor when compared to anthropometric data Conclusions: The orthognathic surgery induces to weight loss and diminution of the BMI, until the 40º day of the post-operatory, considering that the patients submitted to bimaxillar surgery lose almost double the weight if compared to monomaxillar surgery and the biochemical indexes do not point to relevant nutritional loss. Key-words: Orthognathic surgery. Nutritional Evaluation. Body mass index. Weight loss.pt_BR
dc.format.extent73 f. : gráfs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectOdontologiapt_BR
dc.subjectCirurgia ortognáticapt_BR
dc.subjectAvaliação nutricionalpt_BR
dc.subjectÍndice de massa corporalpt_BR
dc.subjectPerda de pesopt_BR
dc.titleEstado nutricional de pacientes com deformidade dentofacial submetidos à cirurgia ortognática : estudo observacional prospectivopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record