Show simple item record

dc.contributor.advisorCosta, Mayla Cristina, 1979-pt_BR
dc.contributor.authorColares, Mirela Cavalcantept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Contabilidadept_BR
dc.date.accessioned2022-06-28T19:28:42Z
dc.date.available2022-06-28T19:28:42Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/48927
dc.descriptionOrientador : Profª Drª Mayla Crsitina Costapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Contabilidade. Defesa: Curitiba, 29/05/2017pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 76-84pt_BR
dc.description.abstractResumo: A questão de pesquisa levantada nesta dissertação consistiu em verificar a extensão em que o custo de auditoria é influenciado ou não pela concentração de mercado, reconhecendo que a eliminação total do custo tende a ser uma improvável observação, já enfatizada por diversas pesquisas. Para compreender essa relação, o estudo foi realizado intencionalmente no setor de auditoria, por considerar que, historicamente, é possível perceber a fragilidade demonstrada pela área, representada por escândalos corporativos, caracterizados por fraudes e manipulações contábeis, além de alta concentração, principalmente, no que se refere à prestação de serviços às empresas que transacionam ações no mercado de capitais. A coleta de dados foi extraída dos provedores de informações financeiras - BM&FBovespa, CVM e B r ™ e a análise foi realizada a partir de uma amostra composta por 227 empresas não financeiras, que divulgaram a remuneração dos serviços de auditoria nas suas demonstrações contábeis, no período entre 2010 a 2015. Após a coleta de dados, foi estimada a regressão com dados em painel fundamentada por Fávero, Belfiore, Silva e Chan (2009) com regressões de séries temporais e com dados em corte transversal. Os testes realizados, inicialmente, compreenderam três regressões: o modelo dos Mínimos Quadrados Agrupados (OLS Pooled), o modelo de Efeitos Fixos com Mínimos Quadrados Agrupados e o modelo de Efeitos Aleatórios. Essas regressões tiveram como variável dependente a remuneração dos auditores, para atender o objetivo de identificar qual o melhor método de regressão a ser aplicado. Além disso, a investigação empírico-positivista foi realizada por meio do cálculo do Herfindahl Hirschman Index (HHI). Em concordância com estudos anteriores, os resultados demonstraram que há alta concentração de mercado nesse setor no Brasil, visto que (HHI) apresentou valores de 0,2319 a 0,4072. Os maiores valores de concentração podem ser explicados por maiores remunerações da empresa de Auditoria Deloitte Touche Tohmatsu nos anos de 2010, 2012, 2013, 2014 e 2015. No entanto, com a inclusão da variável HHI na regressão com efeito fixo, o resultado esperado foi obtido, observando-se uma relação negativa, porém com significância. Nesse sentido, verificou-se que a relação entre a concentração e o custo de auditoria é negativa significante, porém o modelo de regressão apresentou um R2 em percentual de 66,22%, um resultado que considera forte a dependência estatística entre as variáveis estudadas na regressão. Considera-se, assim, pelo método de análise utilizado, que a concentração influencia o custo de auditoria, estando em não concordância com o trabalho seminal da teoria da agência de Jensen e Meckling (1976), que consideram os custos de agência como não dependentes da competição no mercado do produto, no entanto sugere-se que sejam realizadas novas pesquisas, considerando um período temporal maior e maior número de empresas. Palavras-chave: Teoria da Agência. Custos de Auditoria. Concentração de Mercado.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The research question raised in this dissertation was to verify the extent to which audit cost is influenced or not by market concentration, recognizing that the total elimination of cost tends to be an unlikely observation, already emphasized by several researches. In order to understand this relationship, the study was conducted intentionally in the auditing sector, considering that, historically, it is possible to perceive the fragility demonstrated by the area, represented by corporate scandals, characterized by fraud and accounting manipulation, in addition to high concentration, mainly, when refers to the provision of services to companies that transact shares in the capital market. Data collection was obtained from financial information providers (BM & FBovespa, CVM and Bloomberg) and the analysis was based on a sample composed of 227 non-financial companies that disclosed the remuneration of the audit services in their financial statements in the period Between 2010 and 2015. After data collection, regression with panel data was estimated based on Favero, Belfiore, Silva and Chan (2009) with time series regressions and cross-sectional data. The tests carried out initially comprised three regressions: the OLS Pooled model, the Fixed Effects Model with Minimum Squares Grouped and the Random Effects model. These regressions had as dependent variable the remuneration of the auditors, in order to meet the objective of identifying the best regression method to be applied. In addition, empiric-positivist research was performed by calculating the Herfindahl Hirschman Index (HHI). In agreement with previous studies, the results showed that there is a high concentration of market in this sector in Brazil, and (HHI) presented values of 0.2319 to 0.4072. The higher values of concentration can be explained by higher remunerations of Detoitte Touche Tohmatsu Auditors in the years of 2010, 2012, 2013, 2014 and 2015. However, with the inclusion of the HHI variable in the regression with fixed effect, the expected result was not obtained, observing a negative relation and with significance. In this sense, it was verified that the relationship between concentration and agency cost is negatively significant, however, the regression model presented a R2 in percentage of 66.22%, a result that considers the statistical dependence between the variables studied In the regression. It is considered, therefore, by the method of analysis used that the concentration does not influence the cost of audit, in not agreeing with the seminal work of the agency theory of Jensen and Meckling (1976), who consider agency costs as not dependent on competition In the product market, however, it is suggested that further research be undertaken, considering a longer time period and a greater number of companies. Key-Words: Theory of the Agency. Audit Costs. Market Concentration.pt_BR
dc.format.extent89 f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectCiências Contábeispt_BR
dc.subjectAuditoria - Custospt_BR
dc.subjectMercado de capitaispt_BR
dc.subjectAuditoriapt_BR
dc.titleCustos de auditoria e concentração setorial no mercado brasileiropt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record