Show simple item record

dc.contributor.advisorLopes, Reginaldo Werneckpt_BR
dc.contributor.authorAkel, Ricardopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Medicina Internapt_BR
dc.date.accessioned2017-10-10T12:29:36Z
dc.date.available2017-10-10T12:29:36Z
dc.date.issued1993pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/48839
dc.descriptionOrientador: Reginaldo Werneck Lopespt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Medicina Internapt_BR
dc.description.abstractResumo: Mudança de Paradigma na Administração de Hospital Universitário é um relato refletido do que foi a administração do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná durante a gestão 1986-1990: uma gestão que foi capaz de recuperar o Hospital de uma situação decadente caracterizada pela deterioração de suas instalações e equipamentos, pela desorganização administrativa e funcional, pela inversão de seus sentidos e valores, pela desumanização de suas relações internas e externas e pelo abatimento do ânimo de sua comunidade, e de reconduzí-lo a um processo de plena recuperação e desenvolvimento autosustentado, resgatando compromissos sociais com a assistência à saúde da população, com o ensino e a pesquisa. O trabalho aponta a adoção de um conjunto de políticas gerais e setoriais como fator fundamental ao sucesso administrativo. Aponta como essencial, entretanto, o conjunto de crenças, valores e técnicas que embasou, norteou e vivificou tais políticas, e que pode ser sintetizado como: Visão Holística; O Hospital um Ser Vivo, de Pessoas; Compromissos Sociais, seu Sentido Maior; Qualidade, também para os Usuários; Autodeterminação pela Auto-Sustentação; Planejamento Estratégico, Caminho de Desenvolvimento Sustentado; Desenvolvimento Organizacional Permanente, Base de Progresso; Administração Participativa Responsável, Essência de Desenvolvimento Equilibrado. Tal conjunto, emanente de forma empírica da própria comunidade hospitalar, foi o verdadeiro propulsor do amplo processo de transformação (quiçá de mutação) da administração. Seu carater inovador, sua legitimidade e seu desempenho efetivo acabaram por conferir-lhe, na visão do autor, a condição de novo paradigma. Visando contextualizar o problema "modelos de administração hospitalar", o trabalho remete-se a uma revisão da história dos hospitais, desde os seus primórdios até aos dias atuais, pontuando as diferentes concepções e naturezas que o hospital teve ao longo de sua evolução. Detém-se, a seguir, na história do próprio Hospital de Clínicas da UFPR e seus modelos de gestão, de sua concepção inicial até 1986. Fotografa o paradigma e o estado do hospital vigentes em 1986, momento identificado como prenúncio de mutação. Descreve as bases propostas ao novo paradigma presentes no ideário coletivo e emanentes da própria comunidade hospitalar, à época. Descreve os resultados obtidos pelas "novas" crenças, valores e técnicas aplicados como guia e combustível às políticas de desenvolvimento; resultados que acabaram por consolidar os pressupostos como elementos paradigmáticos. Conclue, ao final, pela aplicabilidade, com sucesso, deste novo paradigma em outras instituições hospitalares similares do Brasil.pt_BR
dc.description.abstractSem abstractpt_BR
dc.format.extentxi, 157f. : il., retrs(alguns color.) ; 31cm.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectHospitais - Administraçãopt_BR
dc.subjectHospitais universitarios - Administraçãopt_BR
dc.titleMudança de paradigma na administração de hospital universitáriopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record