Show simple item record

dc.contributor.advisorVieira, José Guilherme Silva, 1976-pt_BR
dc.contributor.authorDaijó, Heberthy Konsonpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Econômicopt_BR
dc.date.accessioned2017-08-11T20:10:39Z
dc.date.available2017-08-11T20:10:39Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/48541
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. José Guilherme Silva Vieirapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Ecônomico. Defesa : Curitiba, 30/03/2017pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 118-128pt_BR
dc.description.abstractResumo: A presente dissertação analisou o Porto Fluvial de Foz do Iguaçu enquanto alternativa logística ao Porto de Paranaguá, comparando-os no que tange o escoamento dos grãos produzidos na região oeste do Estado do Paraná, em especial: soja, milho e trigo. Justifica-se o estudo desta hipótese pelo fato de Foz do Iguaçu localizar-se na referida região - considerada uma das maiores produtoras de grãos do país - bem como ser margeada pela Hidrovia Paraná, conectando-se ao Porto Multimodal de Rosário, na Argentina, que embora seja fluvial, possui uma infraestrutura portuária marítima (uma vez que o rio Paraná liga-se ao mar), sendo vastamente utilizado na exportação de grandes volumes. Para tanto, foram relevados os custos logísticos no Brasil e o desbalanceamento da matriz nacional de transportes enquanto barreiras à competitividade, bem como as vantagens e sustentabilidade ambiental do modal fluvial. Se expõe o panorama comercial das hidrovias brasileiras, apresentando as suas principais características e comprovando o uso do modal fluvial por outras regiões do país enquanto alternativa ao transporte de grãos. Analisou-se a navegabilidade do rio Paraná desde Foz do Iguaçu até Rosário, relevando, principalmente, a participação comercial do Paraguai e Argentina neste trecho. Apresentou-se o atual panorama do agronegócio paranaense, destacando a potencialidade comercial dos grãos considerados, além do Porto Fluvial de Foz do Iguaçu, sugerindo, hipoteticamente, sua otimização. Considerando o exposto, utilizou-se o aporte teórico de Douglass North, sobre a Teoria da Base Econômica, que separa as atividades econômicas de uma região em básicas e não-básicas, reforçando a importância da especialização, localização e exportação enquanto indutores de desenvolvimento econômico. No que diz respeito a metodologia, utilizou-se fórmula própria, seguindo orientação de empresa especializada no trading de grãos. Como resultado, verificou-se a viabilidade logística do escoamento dos grãos produzidos na região oeste paranaense até Rosário, comparando os custos simulados aos vigentes (praticados no deslocamento até Paranaguá). Por último, comparou-se também os custos da importação do trigo argentino por hidrovia e rodovia através de Foz do Iguaçu até Cascavel, considerada um dos principais polos produtores de grãos do país. Palavras-chave: Hidrovia. Logística. Intermodalidade. Agronegócio. Desenvolvimento Regional. Comércio Internacional. Comércio de grãos. Rio Paraná. Foz do Iguaçu (PR).pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The present dissertation analyzed the Foz do Iguaçu River Port as an alternative route for grain exportation (specifically soy, corn and wheat) produced in the western region of Paraná State, comparing its logistics costs with the Port of Paranaguá. This hypothesis is justified by the fact that Foz do Iguaçu is located in the above mentioned region - considered one of the largest grain producers in Brazil - as well as bordered by the Paraná Waterway, being able to connect the local grain production to the multimodal Port of Rosario, in Argentina, which although its located in Paraná River, has a seaport infrastructure (since it connects to the sea), being widely used for the export of large volumes. In order to do so, this thesis analyzed the logistics costs in Brazil and the imbalance share of transportation modals as barriers to competitiveness in international trade, as well as the advantages and environmental sustainability of the waterway modal. It outlined the commercial panorama of Brazilian waterways, introducing their main characteristics, proving that waterway transportation has been presented as an alternative for the transportation of grains in other regions of Brazil. It was examined the navigability of Paraná River from Foz do Iguaçu to Rosario, emphasizing, mainly, the commercial participation of Paraguay and Argentina. It was presented the current panorama of the local agribusiness sector, highlighting the considered grains and the commercial potential of Paraná's western region, in addition to the Foz do Iguaçu River Port, suggesting its hypothetically optimization. Considering the above, it was used the theoretical contribution of Douglass North, on an Export Base Theory which reinforces the value and importance of specialization, localization and exportation as inducers of economic development. Regarding the methodology, a mathematical formula was developed and applied, following the technical advisory from a company specialized in grain trading. As a result, it was verified the logistic feasibility of the grain flow produced in the pre-mentioned region to Rosario, comparing the obtained costs to those currently practiced. Lastly, it was also compared the waterway and highway import costs of Argentine wheat through Foz do Iguaçu to Cascavel, considered one of the main poles of grain production in Brazil. Keywords: Waterways. Logistics. Intermodality. Agribusiness. Regional Development. International Trading. Grain Trading. Paraná River. Foz do Iguaçu (PR).pt_BR
dc.format.extent129 p. : il. algumas color., grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectCrescimento e desenvolvimento economicopt_BR
dc.subjectLogística empresarialpt_BR
dc.subjectPortos - Paranápt_BR
dc.subjectGrãos - Transporte hidroviário - Foz do Iguaçu (PR)pt_BR
dc.subjectTransporte hidroviário - Custospt_BR
dc.titleO porto fluvial de Foz do Iguaçu enquanto alternativa logística ao escoamento de grãos da região oeste paranaensept_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record