Show simple item record

dc.contributor.advisorKoehler, Henrique Soares, 1953-pt_BR
dc.contributor.authorZanette, Vitor Hugopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2019-02-13T19:49:51Z
dc.date.available2019-02-13T19:49:51Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/47935
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Henrique Soares Koehlerpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal. Defesa: Curitiba, 24/03/2017pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 74pt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente trabalho teve como objetivo avaliar modelos de equação para a estimativa da biomassa aérea seca de seis diferentes regiões de Floresta Ombrófila Mista do Estado do Paraná. O estudo foi desenvolvido utilizando amostras de biomassa aérea de 382 árvores, coletadas por meio do método destrutivo, distribuídas nas regiões de Araucária (102), Boa Ventura de São Roque (26), Castro (42), Coronel Vivida (17), General Carneiro (172) e Reserva do Iguaçu (23). O número de espécies encontradas foi de 109 com predominância das Euphorbiaceaes (86), Myrtaceaes (54), Lauraceas (29), Aquifoliaceas (26), Primulaceaes (24) e Araucariaceaes (15) entre outras, com destaque para o Pinheiro do Paraná que foi amostrado apenas em General Carneiro. As florestas sofreram ações de manejo em diferentes graus e várias estão em franco processo de regeneração, pois foram isoladas pelos proprietários. As equações foram ajustadas tendo como variável independente o diâmetro a altura do peito (???????? medido a 1,3m do solo, em centímetros. Para cada área estudada foram ajustados seis modelos diferentes e com a junção das regiões também foram ajustados modelos para o novo grupo denominado de "Paraná". A seleção das equações foi realizada com o auxílio das estatísticas: coeficiente de determinação ajustado (??HH H ), erro padrão da estimativa em percentagem ??HH?? ??, teste ?? e análise gráfica da distribuição dos resíduos padronizados. A melhor equação encontrada foi a polinomial de segundo grau. Para a junção das seis áreas ou seja do "Paraná" também a polinomial do segundo grau apresentou as melhores estatísticas. Após a seleção da melhor equação foi verificado se as seis áreas poderiam ser representadas por uma única equação utilizando a metodologia que consiste na comparação, por meio do teste ??, dos modelos completo e reduzido. O teste ?? para as equações das seis áreas em estudo foi não significativo, para ?=5%, para o modelo reduzido da equação polinomial de segundo grau. Assim, a não existência de diferença significativa entre o modelo completo e reduzido leva a concluir que o ajuste de uma única equação é adequado para quantificar a biomassa das seis áreas estudadas e distribuídas nas regiões da Floresta Ombrófila Mista do Paraná, com 95% de confiança. Palavras-chave: Floresta Ombrófila Mista. Equações de regressão. Identidade de Modelos.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The main goal of the present work was to evaluate regression models for estimation of dry aerial biomass of six different regions of the Mixed Ombrophilous Forest of the state of Paraná. The study was developed using aerial biomass samples from 382 trees, collected by the destructive method, distributed in the regions of Araucária (102), Boa Ventura de São Roque (26), Castro (42), Coronel Vivida (17), General Carneiro (172) and Reserva do Iguaçu (23). The number of species found was 109, with a predominance of Euphorbiaceae (86), Myrtaceaes (54), Lauraceas (29), Aquifoliaceas (26), Primulaceaes (24) and Araucariaceaes (15). Araucaria angustifolia (Pinheiro do Paraná) was sampled only in General Carneiro. The forests were exploited in different degrees and are in a regeneration process, because they were isolated by their owners. The equations were adjusted to the diameter at breast height (dbh) (measured at 1.3 m from the ground in centimeters) as an independent variable. For each area, six different equations were adjusted and evaluated. The same analysis was performed with the addition of all regions, named as "Paraná". The selection of the best models was performed applying the usual statistics tools, adjusted coefficient of determination ????HH H ), Standard error of the estimate ??HH?? ??, F-test and graphical residual analysis. The best fitted equation was a second degree polynomial for all separated areas as well as for the added areas (Paraná). After selecting the best equation, it was verified if the six areas could be represented by a single equation using the methodology that consists of the comparison between the complete and reduced models through the F-test. The F-test for the equation of the six study areas was not significant (??=5%) for the reduced model of the second degree the polynomial equation. Thus, the absence of a significant difference between the complete model and the reduced model leads to the conclusion, with 95% of confidence level, that the fitting of a single equation is adequate to quantify the biomass of the six areas studied in the regions of the Mixed Ombrophilous Forest of Paraná State. Key-words: Mixed Ombrophilous Forest. Regression equations. Identity of models.pt_BR
dc.format.extent80 f. : il., algumas color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectxpt_BR
dc.subjectFlorestas - Paranápt_BR
dc.subjectFlorestas - Métodos estatísticospt_BR
dc.subjectBiomassapt_BR
dc.subjectManejo florestalpt_BR
dc.subjectEquaçõespt_BR
dc.titleEquações alométricas de biomassa aérea para floresta ombrófila mista no Paranápt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record