Show simple item record

dc.contributor.authorPeixoto, Paula Bondpt_BR
dc.contributor.otherSzaniawski, Elimarpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Jurídicas. Curso de Graduação em Direito.pt_BR
dc.date.accessioned2017-06-20T21:06:14Z
dc.date.available2017-06-20T21:06:14Z
dc.date.issued2003pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/47656
dc.descriptionOrientador: Prof. Elimar Szaniawskipt_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná,Setor de Ciências Jurídicas, Curso de Graduação em Direitopt_BR
dc.description.abstractO presente trabalho aborda a importância da afetividade no modelo atual de Direito de Família, no qual a família passa a ser eudemonista, ou seja, privilegiam-se os interesses de cada membro familiar em detrimento de interesses patrimoniais, passando a haver igualdade entre os cônjuges e também entre pais e filhos. Discorrer-se-á, primeiramente, sobre as transformações pelas quais a família passou ao longo do tempo, tratando-se da família na época greco-romana, na era medieval, durante o Brasil colonial, no século XIX e no século XIX, até chegar-se à família contemporânea. Posteriormente, objetiva-se demonstrar a presença da afetividade na constituição, duração e no término dos principais institutos do Direito de Família, quais sejam: a adoção, a família monoparental, a união estável, as relações paterno-filiais e também o divórcio, ocorrendo neste a ausência da afetividade.pt_BR
dc.format.extent32 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDireito de familiapt_BR
dc.subjectFamíliapt_BR
dc.subjectAfetividadept_BR
dc.subjectRelações familiarespt_BR
dc.titleA importância da afetividade nas relações de familíapt_BR
dc.typeMonografia Graduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record