Show simple item record

dc.contributor.authorPhilippi, Ricardopt_BR
dc.contributor.otherPanke, Lucianapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Parana. Setor de Artes, Comunicação e Design. Programa de Pós-Graduação em Comunicaçãopt_BR
dc.date.accessioned2017-06-07T21:19:09Z
dc.date.available2017-06-07T21:19:09Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/47495
dc.descriptionOrientadora : Profª Drª Luciana Pankept_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Parana, Setor de Artes, Comunicação e Design, Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Defesa: Curitiba, 30/03/2017pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 104-111pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração : Comunicação e sociedadept_BR
dc.description.abstractResumo: Tiririca, conhecido palhaço das televisões brasileiras, foi eleito por São Paulo como o deputado federal com o maior número de votos nas eleições 2010 e ainda reeleito em 2014, valendo-se de campanhas que ridicularizavam a política brasileira. O presente estudo investiga de que forma o ethos do Tiririca se manifestou em seu discurso político em dois momentos: período eleitoral e mandato, observando a construção de sua imagem pública. Para tal, a dissertação baseia-se no tripé "comunicação, política e espetáculo", revisando autores que perpassam estes três conceitos, principalmente os que reexaminam concepções da Sociedade do Espetáculo de Guy Debord (1997). São também observados os conceitos de imagem pública e mito político, para então discriminar como a comunicação se desenvolve dentro do modelo de legitimação da política simbólica a partir das redes de circulação da imagem pública. Destarte para compreender como é constituída a imagem de Tiririca no chamado espetáculo político o trabalho utiliza a classificação de Charaudeau (2015) dos ethé políticos: credibilidade (sério, virtuoso, competente) e identificação (potência, caráter, inteligência, humanidade, chefe e solidariedade); bem como mescla diversos outros autores (LARSEN, 1991; KASPER, 2004; SODRÉ, 2002; FOUCAULT, 2016) para construir os possíveis ethé do palhaço enquanto ator social: infantil, ridículo, grotesco e subversivo. O corpus investigado é composto por amostragem no período das campanhas (anos de 2010 e 2014) e no início de seu segundo mandato (anos de 2015 e 2016), a partir primeiramente de uma Análise do Discurso qualitativa de diversas peças produzidas nesses espaços de tempo e num segundo momento por uma análise quali-quantitativa de sua comunicação em páginas do facebook. No final se chega à conclusão de que a comunicação de Tiririca utiliza diferentes ethé nesses dois períodos: o subversivo como foco de seu trabalho eleitoral; e o ethos ridículo paradoxalmente concomitante aos de sério/solidário durante seu mandato. Palavras-Chave: comunicação política, espetáculo político, comunicação legislativa, análise do discurso, deputado federal Tiririca.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Tiririca, a known clown of the Brazilian television, was elected by São Paulo as the federal deputy with the highest number of votes in the 2010 elections and still re-elected in 2014, using campaigns that ridiculed Brazilian politics. The present study investigates how the ethos of Tiririca is manifested in his political discourse in two moments: electoral period and mandate, observing the construction of his public image. For this, the dissertation is based on the tripod "communication, politics and spectacle", reviewing authors that intertwine these three concepts, mainly those that re-examine conceptions of "The Society of the Spectacle" of Guy Debord (1997). The concepts of public image and political myth are also observed, to then discriminate how communication develops within the model of legitimation of symbolic politics from the networks of circulation of the public image. Therefore, in order to understand how the image of Tiririca is constituted in the called political spectacle, the work uses Charaudeau classification (2015) of political ethos: credibility (serious, virtuous, competent) and identification (power, character, intelligence, humanity, boss and solidarity); as well as mixing several other authors (Larsen, 1991; Kasper, 2004; Sodré, 2002; Foucault, 2016) to construct the possible ethos of the clown as a social actor: childish, ridiculous, grotesque and subversive. The investigated corpus is composed by sampling in the period of the campaigns (2010 and 2014) and at the beginning of his second term (2015 and 2016), starting from a qualitative Discourse Analysis of several pieces produced in these spaces of time and afterwards by a qualitative-quantitative analysis of his communication on Facebook pages. In the end, it is concluded that the communication of Tiririca uses different ethé in these two periods: the subversive as the focus of his electoral work; and the ridiculous ethos, paradoxically concomitant with those of serious/supportive during his mandate. Key words: political communication, political spectacle, legislative communication, discourse analysis, federal deputy Tiririca.pt_BR
dc.format.extent119 f. : il. algumas color., grafs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectComunicaçãopt_BR
dc.subjectPoliticos - Brasil - Discursos, ensaios, conferênciaspt_BR
dc.subjectComunicação políticapt_BR
dc.subjectDeputados federais - Brasil - Discursospt_BR
dc.titleO palhaço no espetáculo político : os discursos do deputado federal Tiriricapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record