Show simple item record

dc.contributor.authorRammé, Valdilenapt_BR
dc.contributor.otherWachowicz, Teresa Cristina, 1966-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Letraspt_BR
dc.date.accessioned2020-05-19T22:29:29Z
dc.date.available2020-05-19T22:29:29Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/47405
dc.descriptionOrientadora : Profa. Dra. Teresa Cristina Wachowiczpt_BR
dc.descriptionAutor não autorizou a divulgação do arquivo digitalpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Letras. Defesa: Curitiba, 23/03/2017pt_BR
dc.descriptionInclui referências : p.230-236pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração : Estudos linguísticospt_BR
dc.description.abstractResumo: A proposta desta tese é analisar e discutir as mudanças semânticas que os verbos e preposições envolvidos na expressão do deslocamento espacial podem ter sofrido no Português Brasileiro (PB) entre os séculos XVIII e XXI. Colocando-se na interface da semântica e da sintaxe, este trabalho busca na Nanossintaxe e na Semântica Conceitual o referencial teórico que embasará a concepção de arquitetura da gramática das línguas naturais, ao mesmo tempo em que orientará a decomposição das estruturas conceituais de verbos e de preposições envolvidos na expressão do deslocamento. Paralelamente, para tratar das mudanças diacrônicas que o PB sofreu nos últimos três séculos, buscamse em teorias de distintas linhas pressupostos que unifiquem a ideia de Reanálise como o principal mecanismo instigador dos processos de semantização observados. Veremos, nos resultados, que alguns verbos de movimento têm sofrido mudanças em seus sentidos influenciadas pelos contextos de ambiguidade estrutural em que comumente aparecem. Ao mesmo tempo, verificaremos que a preposição 'em' não pode ser analisada como codificando o sentido de alvo do movimento como tradicionalmente é proposto. A análise e os testes são baseados na comparação de dois corpora distintos, um primeiro com dados dos Séculos XVIII-XIX, a partir de trabalhos do Projeto PHPB, e outro de dados dos Séculos XX-XXI retirados da plataforma NILC-São Carlos. Espera-se que este debate possa provocar um novo olhar sobre o fenômeno da variação e da mudança no português que, ao mesmo tempo, seja adequado teórica e empiricamente. Palavras-chave: Nanossintaxe; Semântica Conceitual; verbos de movimento; preposições espaciais;pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The purpose of this thesis is to analyze and discuss the semantic changes that motion verbs and prepositions involved in the expression of spatial displacement may have undergone in Brazilian Portuguese (BrP) between the 18th and 21st centuries. Located on the semantic and syntax interface, the present work finds in Nanosyntax and Conceptual Semantics the theoretical framework that will support its architectural conception of the natural languages grammar. At the same time, this theoretical framework will orient the decomposition of the conceptual structures of verbs and prepositions involved in the expression of motion and displacement. In order to deal with the diachronic changes that BrP has suffered in the last three centuries, I search in different theories for proposals that unify the idea of Reanalysis as the main instigator mechanism of the observed semantic processes. We will see, in the results, that some motion verbs have undergone changes in their meanings influenced by the contexts of structural ambiguity in which they commonly appear. At the same time, we will verify that the preposition 'em' can not be analyzed as encoding the meaning of direction or goal as traditionally proposed. The analysis and the tests are based on the comparison of two distinct corpora, one containing data from the 18th and 19th Centuries, based on works from the PHPB Project, and another including data from the NILC-São Carlos platform - 20th and 21st Centuries. It is hoped that this debate can provoke a new look at the phenomenon of variation and change in Portuguese that, at the same time, is theoretically and empirically adequate. Keywords: Nanosyntax; Conceptual Semantics; Motion verbs; Spatial prepositions;pt_BR
dc.format.extent296 p. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectLetraspt_BR
dc.subjectGramatica comparada e geral - Sintaxept_BR
dc.subjectSemanticapt_BR
dc.subjectVerbos - Linguisticapt_BR
dc.titleMudança semântica no PB : reanálise restringida pela hierarquia funcional-conceitual universalpt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record