Show simple item record

dc.contributor.authorFantachole, Dinny Katia Ramospt_BR
dc.contributor.otherAlle, Lupe Furtadopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Curso de Especialização em Genética para Professores de Biologia do Ensino Médiopt_BR
dc.date.accessioned2019-04-05T20:33:23Z
dc.date.available2019-04-05T20:33:23Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/46642
dc.descriptionOrientadora : Profª Dr ª Luppe Furtado Allept_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Curso de Especialização em Genética para Professores do Ensino Médio,pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : A genética como qualquer ciência tem sua evolução dada em um contexto histórico. É necessário entender que seus conceitos e aplicações foram e são influenciados pelos aspectos sociais, políticos e econômicos da atividade humana. Analisar os primórdios dessa fascinante ciência e perceber sua adaptação a diferentes momentos e culturas pode facilitar seu entendimento e torna-la ainda mais interessante. Mesmo sem registros que possam documentar questões de hereditariedade, a observação de transmissão de características já era observada desde os primeiros seres humanos. A domesticação de animais, a polinização cruzada de algumas plantas, a especulação sobre como o ambiente pode contribuir ou não na origem dos defeitos congênitos e toda teoria de formação do novo indivíduo, ou seja, questões que hoje podem ser respondidas pela ciência moderna estiveram sempre nos debates até mesmo filosóficos, sempre aguçando a curiosidade humana. Por essa razão e também por outra não menos importante, que é fato de que o conhecimento científico ou as tentativas de se chegar até ele pode ter um aspecto não belo, não de sucesso, mas sim de crueldades, de incontáveis perversidades e isso num passado recente, é que precisamos contextualizar e facilitar os conhecimentos da genética, abrir espaço pra discutir a ética, a Bioética e construir um saber coletivo crítico. Pensando nos educandos de escolas públicas do Estado do Paraná que recebem livros didáticos, nós educadores precisamos nos perguntar e analisar se esse material didático atende a estas questões apresentadas.pt_BR
dc.format.extent34 p. : il. color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.titleAnálise de livros didáticos do ensino médio : aspectos históricos, bioética e analogias no ensino de genéticapt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record