Show simple item record

dc.contributor.authorClasta, Neffretier Cinthya Rebello André dos Santospt_BR
dc.contributor.otherSilva, Monica Ribeiro da, 1960-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2020-07-14T13:01:01Z
dc.date.available2020-07-14T13:01:01Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/46277
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Mônica Ribeiro da Silvapt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 24/03/2016pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 220-234pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Educaçãopt_BR
dc.descriptionLinha de pesquisa: Políticas educacionaispt_BR
dc.description.abstractResumo: A presente Tese encontra-se no âmbito das pesquisas sobre políticas educacionais e toma a formação de professores a distância como objeto de estudo. Trata-se de um estudo com os acadêmicos do curso de Pedagogia da Universidade Federal de Rondônia que integram o Programa Universidade Aberta do Brasil, implantado nos municípios do Estado de Rondônia a partir do ano de 2008. O problema de pesquisa está centrado na análise da tecnologia em que se estrutura o Programa UAB a partir da percepção dos alunos. Esta pesquisa se justifica pela necessidade de compreender como se configura o uso da tecnologia no interior desta política pública, em virtude da revisão bibliográfica apontar lacunas quanto a estudos que analisem a racionalidade do programa sob a ótica do corpo discente, que é o público-alvo e o usuário final de todo o processo formativo. A tecnologia analisada é concebida como um sistema, que em sua totalidade compreende a racionalidade dos processos, sua lógica, os instrumentos e a técnica propriamente dita, que gera uma forma de organização das relações sociais e ajusta tanto o pensamento como o comportamento e que se presta como instrumento de dominação e controle. Diante disto, o problema de pesquisa procura responder à seguinte questão: Em que medida a racionalidade tecnológica - que é a lógica da padronização, da precisão, do cálculo, da funcionalidade, do procedimento eficaz - implícita na tecnologia, se configura como um fator de distanciamento ou de aproximação em relação a uma formação crítica, autônoma e reflexiva? Temos como objetivo analisar a tecnologia, sua racionalização, sua lógica e seus aparatos dentro de uma política da envergadura do Programa UAB frente à formação de professores. Para efetuar as análises buscamos na Teoria Crítica da Sociedade, sobretudo os teóricos da primeira geração T. Adorno, M. Horkheimer e H. Marcuse, uma matriz de pensamento potente para a reflexão das condições materiais e espirituais postas pelo capitalismo tardio e que permite compreender as relações entre o fetichismo tecnológico, a formação do indivíduo e as condições culturais determinadas pela lógica da mercadoria. E como referencial teórico-metodológico, para efetuar a análise dos dados coletados, adotamos a Dialética Negativa que faz jus ao corpo crítico também da teoria de referência. A pesquisa tem caráter qualitativo, com suporte no método quantitativo. Os resultados mostram que a partir da percepção dos alunos a racionalidade tecnológica confere uma centralidade ao aparato tecnológico e seu uso é tomado como responsável direto pela formação no processo educativo, evidenciado o esvaziamento da formação e das experiências formativas mediadas socialmente, seja no âmbito físico dos polos ou mesmo nos espaços virtuais disponíveis na plataforma moodle. A tecnologia é ela mesma, um fator de afastamento de uma formação para a emancipação, já que, como está configurada no Programa UAB, ajusta o sujeito ao princípio de desempenho, da técnica, adaptando-o ao sistema produtivo, isolando-o de práticas concretas e coletivas. Palavras-chaves: Políticas Educacionais. Formação de Professores. Universidade Aberta do Brasil. Tecnologia. Teoria Crítica da Sociedade.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This thesis is within the framework of research on educational policies, teacher training and technologies. Is a study of the academic course of the Federal University of Rondônia pedagogy that make up the Open University of Brazil, implemented in the municipalities of the State of Rondônia from 2008. The object of this research study is focused on the analysis of technology, in which structure the UAB program, from the perception of students. This research is justified by the need to understand how to configure the technology within this public policy by virtue of the literature review to identify gaps as studies showing the program rationality from the perspective of the student body, which is the target audience and the end user of the whole training process. The analyzed technology is designed as a system, which as a whole comprises the rationality of the processes, its logic, the instruments and the proper technique, which creates a form of organization of social relations that adjusts both thought and behavior and that provides as domination and control instrument. Given this, the research problem seeks to answer the question: Where technological rationality measure - which is the logic of standardization, precision, calculation, functionality, effective procedure - implicit in technology, is configured as a distancing factor or approach in relation to a critical formation, autonomous and reflective or rather, the marks of this rationality and contribute own technology for training and precarious damaged since limited by its instrumental character? We have to analyze, from the perceptions of students, technology, rationalization, its logic and its apparatuses within a program UAB Wingspan political front training. To make the analysis of this thesis we seek in Critical Theory of Society, especially the theoretical first-generation T. Adorno, M. Horkheimer and H. Marcuse, a powerful thought matrix for the reflection of the material and spiritual conditions imposed by late capitalism and It allows us to understand the relationship between technological fetishism, the formation of individual and cultural conditions determined by the logic of the commodity. And as a theoretical and methodological framework, to perform the analysis of the collected data, we adopted the Negative Dialectics that lives up to critical body also from the reference theory. The research is qualitative, supported in quantitative method. The results show that, from the student's perception, technological rationality confers a centrality to the techological apparatus and its use is taken as a direct responsability for the formations in the educational process, evidenced the emptying of training and socially mediated formative experiences, whether in the scope of the poles or even in the virtual spaces available on the moodle platform. Technology is itself a factor in moving away from a formation for emancipation, since, as it is configured in the UAB Program, it adjusts the subject to the principle of performance, of the technique, adapting it to the productive system, isolating it from concrete and collective practices. Keywords: Educational policy. Teacher training. Open University of Brazil Technology. Critical Theory of Societypt_BR
dc.format.extent262 f. : il. algumas color., grafs., tabs., maps.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectPolíticas educacionaispt_BR
dc.subjectFormação de professorespt_BR
dc.subjectEducaçao - Novas tecnologiaspt_BR
dc.titleA tecnologia no âmbito da Universidade aberta do Brasil : um estudo a partir da percepção dos alunos do curso de Pedagogia/UAB/UNIRpt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record