Show simple item record

dc.contributor.authorRocha, Ana Lizetept_BR
dc.contributor.otherBittencourt, Andre Virmond Limapt_BR
dc.contributor.otherSalamuni, Riad, 1927-pt_BR
dc.contributor.otherFerreira, Francisco José Fonseca, 1948-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Terra. Programa de Pós-Graduação em Geologiapt_BR
dc.date.accessioned2017-03-28T20:12:57Z
dc.date.available2017-03-28T20:12:57Z
dc.date.issued1996pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/45822
dc.descriptionOrientador: Andre Virmond Lima Bittencourtpt_BR
dc.descriptionCo-orientadores: Riad Salamuni e Francisco Jose Fonseca Ferreirapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paranápt_BR
dc.description.abstractResumo: Este trabalho apresenta os resultados dos estudos realizados em uma micro-bacia do rio Iguaçu, representada especificamente pela micro-bacia do rio Pequeno, localizada no Município de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, visando a caracterização ambiental, hidrogeológica e geoquímicados depósitos aluvionares desta com fins de abastecimento público. A existência de dados hidrológicos nos últimos 08 a 10 anos de dados, sondagens realizadas pela COMPANHIA DE RECURSOS E PESQUISAS MINERAIS indicando uma espessura considerável dos aluviões na região, além do fato da Estação de Captação da SANEPAR estar situada no limite noroeste da bacia foram fatores importantes na seleção da área objeto da pesquisa. Na citada micro-bacia, os depósitos aluvionares exibem uma extensão de cerca de 25 km, enquanto que suas larguras variam entre 0,5 e 4 km nos trechos a montante e a jusante , respectivamente. Os aluviões são compostos por depósitos de areia e cascalhos malselecionados, intercalados por camadas de argilas , assentando em discordância sobre o embasamento gnáíssico-migmatítico, com espessura máxima de 07 metros. A granulação varia de fina a grosseira com estratificação horizontal a subhorizontal. Na planície aluvionar de todo o Alto Iguaçu ocorrem atividades de extração de areias utilizadas para construção civil há cerca de 50 anos, sem nunca ter existido uma preocupação com a sua recuperação ambiental. As áreas lavradas, ou em processo de exploração, são similares entre si destacando-se na paisagem pela ocorrência de inúmeras cavas inundadas de água, com dimensões variáveis, separadas por estreitas ou largas faixas de terra. Existe um consenso da população que se instalou nestes locais, gerado pelo descaso institucional, de que estas áreas são como imensos depósitos de lixo. Os moradores contribuem para o entulhamento das cavas com lixo, acreditando que o terreno poderia se tornar mais "seco". Este estudo revelou que apesar da degradação ambiental sofrida, as cavas, por suas características hidrogeológicas e geoquímicas, podem servir como um reservatório de água complementar ao abastecimento público da cidade de Curitiba.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The results of the studies performed in one of the micro-basins of the Iguaçu River, especifically the rio Pequeno, are gathered in this paper. They aim to a better understanding and knowledge of the alluvial deposits and their capacity of fresh water public supply. The existence of hydrologic data comprising a period between, 8 and 10 years, as well as drillings performed by the CPRM indicating a considerable thickness of the alluvial deposits and the fact that the Sanepar Water Plant is situated in the northwestern limit of the basin, were important factors in this choice. In this micro-basin these deposits have an extension of about 25 km, while it's width is about 4 Km up-stream to 0. 5 Km down stream. The alluvial deposits are mainly inconsolidatel sand and gravel sediments, with small amounts of clay beds, lying unconformably on the gnaisic-migmatitic basement, with a maximun thickness of 7 meters. Granulometry varies from fine to coarse grain, and the stratification is a parallel to a subparallel one. In the alluvial plain of the high Iguaçu there are many extrative activities, mainly sands, used in civil buildings. The areas that were already explored and those under exploration are very similar, standing out because of the great number of diggins filled with water, with irregular sizes and shapes. There is a general assent between the local populations that these area behave as big trash deposits owing to the institutional abandonment of the same. As a matter of fact this population contributes to make worse the problem. This study shows up that notwithstanding the environmental deggradation, these diggins because of their hidrogeological and geochemical features, may serve as a water reservoirs to help in the water supply of the Curitiba Metropolitan Region.pt_BR
dc.format.extent157f. : grafs., tabs. ; 29cm.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectAluvião - Aspectos ambientaispt_BR
dc.subjectPequeno Rio (PR), Baciapt_BR
dc.subjectHidrogeologiapt_BR
dc.subjectGeoquimicapt_BR
dc.subjectGeologiapt_BR
dc.subject.ddcT 551.35pt_BR
dc.titleCaracterização ambiental, hidrogeologica e geoquimica dos depositos aluvionares da bacia hidrografica do Rio Pequeno região Metropolitana de Curitiba-PRpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record