Show simple item record

dc.contributor.advisorBittencourt, Andre Virmond Limapt_BR
dc.contributor.authorPorto Alegre, Henrique Krahenbuhlpt_BR
dc.contributor.otherMangrich, Antonio Salvio, 1939-pt_BR
dc.contributor.otherPrevedello, Beatriz Monte Serrat, 1954-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Terra. Programa de Pós-Graduação em Geologiapt_BR
dc.date.accessioned2017-03-28T18:45:27Z
dc.date.available2017-03-28T18:45:27Z
dc.date.issued1995pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/45813
dc.descriptionOrientador: Andre Virmond Lima Bittencourtpt_BR
dc.descriptionCo-orientadores: Antonio Salvio Mangrich, Beatriz Monte Serrat Prevedellopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paranápt_BR
dc.description.abstractResumo: O principal objetivo deste estudo foi avaliar a influência das atividades de mineração dos folhelhos pirobetuminosos, vulgarmente denominados "xistos", na qualidade das águas naturais em uma área reabilitada com cerca de 630.000 m2, no município de São Mateus do Sul - PR. Buscou-se a caracterização preliminar das geosferas que condicionam as características das águas naturais e a qualidade ambiental, em função da interação da hidrosfera com a atmosfera, pedosfera, litosfera, tecnosfera (resultante da disposição de resíduos), além da biosfera, restrita à vegetação que se desenvolve nas áreas reabilitadas. Foram identificados os principais fluxos de migração de substâncias químicas nas paisagens, bem como os gradientes e barreiras geoquímicas que controlam a qualidade das águas subterrâneas. Quando possível, procurou-se posicionar os dados referentes ao ambiente modificado pela atividade de mineração, em relação à referências regionais ou globais de forma a identificar possíveis alterações ambientais. Considerando-se as limitações do presente estudo, conclui-se que a área reabilitada apresentada, constituições dentro da normalidade para os componentes das várias esferas envolvidas. Foram constatados, no entanto, elevados teores de alguns metais pesados, particularmente relativos ao Pb, Cd e Cr nos solos naturais da região, independente da disposição de resíduos na mina. Da mesma forma, o tecido vegetal do exemplar arbóreo analisado (Acacia mearnsii), revelou teores de Pb e Cr muito acima da média para plantas terrestres, cerca de 6 e 23 vezes, respectivamente. Tal fato, recomenda a necessidade da realização de estudo sistemático. Com relação às águas de chuva, foi verificada uma tendência à acidez, com valores de pH abaixo de 5,0. Recomenda-se a continuidade do estudo, de forma a avaliar a dispersão e influência das atividades industriais na qualidade do ar no entorno do projeto. As águas subterrâneas, que constituem o aquífero freático em terrenos naturais, revelam a influência das litologias sedimentares associadas, que imprimem características ácidas, com pH de até 4,3 com a presença de ions sulfato em concentrações de até 95 ppm. As águas subterrâneas em áreas reabilitadas, apresentam elevada carga de sais dissolvidos, chegando a 3519 mg/l de íons S 02'4, 669 mg/l de íons Ca2+, 99 mg/l de íons Mg2+, 199,3 mg/l de íons Na+ e 21 mg/l de ferro total, inviabilizando a utilização das mesmas. A maior contribuição é proveniente do xisto retortado, que é disposto sem compactação sobre as pilhas de estéreis, facilitando a percolação das águas e a oxidação das espécies de enxofre. Apesar da presença de metais pesados nos materiais remobilizados, as determinações efetuadas revelam baixos teores dos mesmos nas águas subterrâneas. A ciclagem de elementos ou substâncias químicas pelas plantas, quando avaliada em termos da caracterização de ácidos húmicos produzidos pelo acúmulo de matéria orgânica nos solos, revela condições de normalidade ambiental, comparados aos ambientes não afetados pela mineração. A migração dos elementos nas paisagens reabilitadas se processa, principalmente, pelos fluxos de águas. Estima-se que o volume de água que percola pelos materiais dispostos na mina UPI, totalize 300.000 m3 anuais, carreando cerca de 1.300 toneladas em termos de substâncias dissolvidas. Finalmente, ressalta-se que o estudo baseado nos princípios e conceitos da Geoquímica das Paisagens, conduz a uma forma organizada de análise e síntese de dados ambientais, por envolver o estudo dos elementos de todas geosferas, bem como suas interações químicas.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The main purpose of this study was to evaluate the influence of oil shale mining activities in the quality of natural waters in a reclaimed area, of about 630.00 square meters, in São Mateus do Sul city, Paraná State, Brazil. Preliminar investigations where made in order to characterize the geospheres that interact with the hydrosphere in the environment, in terms of constituints from the atmosphere, pedosphere, lithosphere, technosphere (waste disposal), and the biosphere, related to the plant cover in reclaimed areas. Identifications were made, with respect to the main migrational flows of chemical substances in the landscapes and geochemical barriers and gradients that govern the groundwater quality. As long as possible, the environmental data were compared with local or regional references, looking out for possible environmental disturbances. The evaluations reveal, in general, normal constitutions for the geospheres. There were detected, however, high concentrations of some heavy metals, particulary for Pb, Cd and Cr in the soil from undisturbed areas. As the same, Pb and Cr were found in the vegetation (Acacia mearnsii), 6 and 23 times, respectively, greater than the abundance of land plants, and require more sistematic evaluation. About the rain water, preliminary results indicate acidy tendency, with pH values below 5,0. Appraisal studies of this type would be useful to indicate the dispersion and influence of the industrial activities near the project. Natural groundwaters reveal the influence of the sedimentar rocks, by the acidity with pH of 4,3 and sulfates ions concentration of 95 mg/l. Groundwaters in disturbed areas are characterized by the high content of dissolved salts, at a maximum of 3519 mg/l of S 02'4 ions, 669 mg/l of Ca ions, 99 mg/l of Mg2+ ions, 199,3 mg/l of Na+ ions and 21 mg/l of total iron. Most of them coming from retorted shale, laid out over the barren material, without compactation, that facilitate the water flow and the leaching of sulfur especies. In spite of the presence of heavy metals in those lithologies, very low content was detected in the waters. The evaluation of humic acid, produced by the plant cycle, reveals similarities between natural and reclaimed soils. Elements migration in the landscape processes mainly by the water flows. A volume of 300.000 cubic meters were suppose to flow by year into the reclaimed area, carryng about 1.300 tons of dissolved substances. Finally, it should be stressed that the study based on the principles and concepts of the discipline of landscape geochemistry, provide a holistic approach because it involves the study of all elements in the geospheres, as well as all chemical interactions, and should lead to an organized form of analyze and synthesize the data of environmental geochemistry.pt_BR
dc.format.extent192f. : grafs., tabs. ; 30 cm.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectXisto - Paranápt_BR
dc.subjectXisto - Aspectos ambientais - Paranápt_BR
dc.subjectGeoquimicapt_BR
dc.subjectGeologiapt_BR
dc.subject.ddcT 553.283098162pt_BR
dc.titleAspectos hidrogeoquimicos em area reabilitada na mineração do xisto em São Mateus do Sul, Parana, Brasilpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record