Show simple item record

dc.contributor.advisorCury, Leonardo Fadelpt_BR
dc.contributor.authorLeandro, Renatopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Terra. Programa de Pós-Graduação em Geologiapt_BR
dc.date.accessioned2017-06-08T18:49:29Z
dc.date.available2017-06-08T18:49:29Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/45701
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Leonardo Fadel Curypt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Geologia. Defesa: Curitiba, 10/08/2016pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 87-100pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Geologia exploratóriopt_BR
dc.description.abstractResumopt_BR
dc.description.abstractResumo: A Formação Capiru é uma unidade metassedimentar localizada na porção centro-sul do Terreno Curitiba, composta por rochas pelíticas, psamíticas e dolomíticas metamorfisadas na fácies xisto verde. Apresenta deformação heterogênea, onde são identificadas estruturas sedimentares que possibilitam o resgate de informações sobre os ambientes de sedimentação. No contexto geotectônico do Cinturão Ribeira Meridional, a Formação Capiru é uma das unidades que ainda não possui determinações geocronológicas precisas, principalmente devido à ausência de rochas vulcânicas, ou alvos que possibilitem estudos isotópicos e determinações absolutas. As considerações sobre seu significado estratigráfico são principalmente baseadas nos registros de estromatólitos e esteiras algálicas, presentes na sequência metadolomítica, reconhecida na região de Rio Branco. O objetivo deste trabalho é a caracterização tectonoestratigráfica da Sequência Morro Grande, composta por metassedimentos terrígenos, com ênfase na reconstrução do ambiente de sedimentação e paleogeografia. Para isso foram utilizadas técnicas de geoprocessamento para confecção de um banco de dados que possibilitaram a contextualização geológica de perfis construídos na escala 1:500, que permitiram o registro das estruturas de forma organizada e georreferenciada. Além dos dados de campo, foram realizadas análises petrográficas, complementadas por DRX e MEV, e análises geocronológicas para estudos de proveniência em zircão detrítico. A área de estudo apresenta padrão estrutural caracterizado principalmente pela observação do bandamento sedimentar S0, com diferenças composicionais, texturais e estratificações preservadas. A foliação S1 é reconhecida como uma clivagem ardosiana com direção de N88W e mergulho, variando entre 88-78SW. Em alguns níveis é possível identificar esta foliação como plano axial em dobras cerradas a fechadas com flanco rompido, associada a microcavalgamentos restritos em algumas camadas, que evidenciam heterogeneidade da deformação nesta sequência. O seu desenvolvimento é relacionado a uma fase de deformação de baixo ângulo, modificada por dobramentos posteriores. Ao longo dos perfis foram reconhecidas quatros associações de litofácies, ainda com a individualização de uma tectonofácies, nomeadas da base para o topo como (i) meta-arenitos intercalados com meta-argilitos, (ii) meta-argilitos; (iii) metassiltitos intercalados com meta-argilitos e (iv) meta-argilitos intercalados com metassiltitos. Os registros observados sugerem um ambiente estuarino, com aumento da lâmina d'água e desenvolvimento de planícies de maré e canais de maré, marcadas por exposições subáreas esporádicas na base, tidal bundles na porção intermediária, e topo com maior profundidade, com registro de ondas de tempestade. As análises U-Pb em cristais de zircão detrítico de metapelitos e meta-arenitos do Conjunto Morro Grande, Formação Capiru, apontam para cinco grupos principais, com as idades do Arqueano (mais antigas que 2.5 Ga), Riaciano (entre 2.2 - 2.1 Ga), Estateriano (entre 1.85 - 1.75 Ga), Caliminiano (entre 1.55 - 1.45 Ga), e Steniano (entre 1.20 - 1.08 Ga). A análise estatística dos dados caracteriza o amplo predomínio de áreas fonte com idades do Riaciano. O grupo de idades compreendidas no intervalo entre 1.20 e 108 Ga são referentes aos cristais de zircão mais jovens da Sequência Morro Grande, representando, portanto, sua idade máxima de sedimentação. Palavras-chave: Tectonoestratigrafia, U-Pb em zircão detrítico, Formação Capirupt_BR
dc.description.abstractAbstract: The Capiru Formation is a precambrian metasedimetary unit located in southern Ribeira Orogen, disposed as a thrust-fold belt in the Curitiba terrane framework. The Capiru Formation is composed by a low grade metamorphic sequence mainly represented by pelitic, psammitic and carbonatic rocks with strain developed under upper crust level conditions, allowing the recognition of sedimentary structures and original strata setting. The Capiru Formation figures as a lacking piece in the geotectonic context, been one of the units that doesn't have absolute geochronological determinations, mainly due to the absence of volcanic rocks or targets to isotopic studies and accurate dating. Currently, the stratigraphic significance of Capiru Formation is based on stromatolites and other organic structures records in dolomitic marbles of Rio Branco region, and the tectonostratigraphic characterization of terrigenous sequences with emphasis on reconstruction of sedimentation environment remains partially compliant in paleogeographic reconstructions. This study aims a continuous stratigraphic analysis in detail scale, in order to reconstruct the original sedimentary stoking and facies classification, allowing the interpretation of sedimentary environment of metapelitic metapsammitic rocks of Grande Morro sequence, and guiding the sampling for provenance studies with LA-ICP-MS U-Pb detrital zircon method. The rock of the Morro Grande region show a S1 foliation recognized as a slate cleavage with N88W strike and dips between 88-78 SW. In some layers S1 appears as axial plane of isoclinal and shear folds, developed in a low-angle tectonics modified by subsequent deformation phases. From lithofacies have been recognized, named from the bottom to top as (i) sandstones interbedded with shales, (ii) mudstones, (iii) siltstones interbedded with mudstones and (iv) mudstones interbedded with siltstones. The stratigraphic record suggest an estuarine environment with rising sea level developing tidal plains and tidal channels. There are sporadic subaerial exposures at the base, tidal bundles in the middle portion and storm waves on the top. The LA-ICP-MS U-Pb analysis of detrital zircons show five main groups with ages from Archean (older than 2.5 Ga), Rhyacian (between 2.2 - 2.1 Ga), Statherian (between 1.85 Ga - 1.75 Ga ), Calymmian (between 1.55 - 1.45 Ga) and Stenian (between 1.20 - 1.08 Ga). The probability density plots characterize the predominance of Rhyacian source areas and maximum sedimentation ages from Stenian period for Morro Grande sequence. Key words: Tectonic stratigraphy, U-Pb detrital zircon, Capiru Formation.pt_BR
dc.format.extent100 f. : il. algumas color., grfas., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectGeologiapt_BR
dc.subjectGeologia estratigraficapt_BR
dc.subjectSolos - Formaçãopt_BR
dc.subjectRochas sedimentarespt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleCaracterização tectonoestratigráfica da sequência terrígena da formação Capiru na Região de Morro Grande, Colombo - PRpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record