Show simple item record

dc.contributor.authorFagundes, Carolinapt_BR
dc.contributor.otherGediel, José Antônio Perespt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Jurídicas. Curso de Graduação em Direito.pt_BR
dc.date.accessioned2017-03-21T13:27:58Z
dc.date.available2017-03-21T13:27:58Z
dc.date.issued2001pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/45651
dc.descriptionOrientador: José Antônio Peres Gedielpt_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Jurídicas, Curso de Graduação em Direitopt_BR
dc.description.abstractNum panorama geral das evoluções na área biotecnológica, principalemente na genética, podemos dizer que a questão da apropriação do material genético humano, amplamente divulgado nos últimos tempos, merece atenção sob dois enfoques: um que impede sua comercialização, e outro relativo a efetiva tutela dos valores exixtenciais do ser humano. No que tange a sua comercialização, o material genético humano corresponde a descobertas científicas. Assim, o mapeamento dos genes e a definição de suas funções não estão suscetíveis, nem no modo todo nem em parte, à apropriação ou comercialização, pois como atributos essenciais do ser humano, encontrados diretamente na natureza, pertencem a esfera dos direitos da personalidade, que são resguardados como direitos fundamentais de nossa República Federativa Brasileira.pt_BR
dc.format.extent56 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectGenetica forensept_BR
dc.subjectGenoma humanopt_BR
dc.subjectPropriedade intelectualpt_BR
dc.subjectBioéticapt_BR
dc.titleDireitos existenciais, propriedade intelectual e genoma humanopt_BR
dc.typeMonografia Graduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record