Show simple item record

dc.contributor.authorHübert, Ivens Henriquept_BR
dc.contributor.otherCostaldello, Angela Cassia, 1961-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Jurídicas. Curso de Graduação em Direito.pt_BR
dc.date.accessioned2017-03-17T14:17:04Z
dc.date.available2017-03-17T14:17:04Z
dc.date.issued2001pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/45630
dc.descriptionOrientador : Angela Cassia Costaldellopt_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná,Setor de Ciencias Juridicas, Curso de Graduação em Direitopt_BR
dc.description.abstractO desenvolvimento do Estado Democrático impõe que as tarefas desempenhadas pelo Estado revistam-se de garantias e sejam pautadas por critérios aptos a possibilitar aos cidadãos, a quem um Estado desta natureza deve servir, o exercício de todo rol de direitos legalmente estabelecidos. A Administração Pública assume neste sentido importante função de efetivação destas garantias, necessitando contudo instrumentais aptos a impor que sua tarefa se realize de modo satisfatório. Os princípios regentes da Administração, elencados no art. 37 da Constituição Federal vêm neste aspecto assumir fundamental relevância, visto que constituem aparato teórico de grande utilidade para substituir uma concepção formal do Direito, por uma visão que possibilite uma hermenêutica pautada em valores, os quais, como conjunto de preceitos eleitos pelos membros de dada sociedade, revelam a concepção de justiça aceita por aquele grupo social. Neste sentido, impõe-se uma análise do desenvolvimento dos princípios jurídicos e da forma como foram adquirindo sua normatividade, no que é necessário um exame do desenolvimento dos documentos constitucionais desde o surgimento do Estado Moderno. De igual modo, requer-se uma delimitação precisa dos conceitos de Administreação Pública e Regime Jurídico Administrativo, permitindo assim definir com exatidão o campo de incidência dos referidos princípios. Ainda, mister se faz analisar o conteúo de cada um dos cinco princípios elencados no caput do referido dispositivo constitucional, de modo a permitir visualizar a forma como são aplicáveis às situações concretas. Neste sentido, proceder-se-á, por fim, a uma análise de alguns instrumentais que auxiliem nesta aplicação que é proposta, no que examina brevemente as noções de filtragem constitucional,preeminência normativa da constituição e o método concretista, de Hesse.pt_BR
dc.format.extent74 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectAdministração públicapt_BR
dc.subjectHermeneutica (Direito)pt_BR
dc.subjectDireito administrativopt_BR
dc.titleContribuição a um estudo principiológico do direito : Aplicação dos princípios constitucionais da administração pública.pt_BR
dc.typeMonografia Graduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record