Show simple item record

dc.contributor.advisorWeber, Lidia Natalia Dobrianskyjpt_BR
dc.contributor.authorStasiak, Gisele Reginapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2022-08-03T16:37:31Z
dc.date.available2022-08-03T16:37:31Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/45385
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Lídia Natalia Dobrianskyj Weberpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 05/12/2016pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 210-232pt_BR
dc.descriptionLinha de pesquisa: Aprendizagem e desenvolvimentopt_BR
dc.description.abstractResumo: A educação infantil é uma etapa da vida escolar das crianças que propicia uma ampliação de seus repertórios social, afetivo e cognitivo por meio de ricas interações que ali ocorrem. Para que essa ligação entre processo educacional e desenvolvimento infantil ocorra de forma plena, há a necessidade de que os professores construam uma interação positiva com seu aluno promovendo suas habilidades sociais e prevenindo seus problemas de comportamento. Nessa direção, a presente pesquisa objetivou avaliar os impactos de um programa de intervenção universal em grupo, o Incredible Years Teacher Classroom Management (IY TCM), no contexto brasileiro, para professoras da educação infantil, no que se refere ao aumento das habilidades sociais e diminuição dos problemas de comportamento das crianças, por meio do aumento de estratégias positivas de gestão de sala de aula utilizadas por elas. O estudo 1 referiu-se a um estudo exploratório para verificar estratégias de gestão de sala de aula utilizadas pelas professoras da educação infantil por meio de suas próprias percepções. Participaram 116 professoras, com média de 36,4 anos de idade, de um total de 15 unidades públicas de educação infantil sendo 64% das participantes de um município da Região Metropolitana de Curitiba (PR) e 36% de um município do interior do estado de Santa Catarina (SC). Essas participantes responderam o Questionário de estratégias de gestão de sala de aula da professora construído por Carolyn Webster-Stratton para o Projeto Incredible Years da Universidade de Washington. O estudo 2, que consistiu na implementação e avaliação do programa IY TCM, teve a participação de seis professoras, com idade média de 35 anos, de três escolas de educação infantil tendo em sala de aula em média 18,5 crianças, entre três e seis anos de idade, predominantemente do gênero masculino. Os instrumentos utilizados no estudo 2 foram: a) Inventário de boas práticas (Webster-Stratton); b) Escala de comportamentos sociais de préescolares (Merrel, 2002), c) Questionário de avaliação do workshop (Webster-Stratton & Reid, 2002), d) Questionário de avaliação do programa (Webster-Stratton) e e) o programa IY TCM (Webster-Stratton, 2012). Os dados coletados foram sistematizados utilizando-se o software SPSS (Statistical Package for the Social Sciences, versão 21). Em relação aos testes estatísticos, foram utilizados testes paramétricos para o estudo 1 e testes não paramétricos para o estudo 2. Diversos resultados foram encontrados no estudo 1 por meio do relato das professoras, destacando-se que quanto mais idade e maior o tempo de atuação profissional da professora maior é o uso das estratégias proativas e de ensino de competências sociais e emocionais utilizadas por elas. O estudo 2 constatou que 80% das subescalas que investigaram as estratégias de gestão de sala de aula das professoras da educação infantil, avaliadas por meio de observadores, apresentaram diferenças estatisticamente significativas entre pré e pós-teste (p<0,05): "planejamento e transições", "atividades", "planos de comportamento", "ensino individualizado", "práticas emocionais", "relacionamento e comunicação" e "disciplina". A subescala "organização da sala de aula" foi marginalmente significativa (p=0,074) e "envolvimento parental" não apresentou diferença significativa (p>0,05). Verificaram-se diferenças significativas (p=0,000) nos momentos pré e pós-teste em relação ao aumento das habilidades sociais (cooperação/independência e interação sociais) e diminuição dos seus problemas de comportamento (externalizados e internalizados) das crianças. Conclui-se que o programa IY TCM apresentou fortes evidências científicas positivas, como um programa de intervenção de caráter preventivo primário às professoras da educação infantil com a proposta de ensinar-lhes estratégias de gestão de sala de aula positivas e proativas que promovam comportamentos sociais e reduzam problemas de comportamento dos alunos. Palavras-chave: Educação infantil. Programa de intervenção com professores. Habilidades sociais. Problemas de comportamento.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Preschool education is a stage in children's lives at school that provides an increase in their social, affective and cognitive repertoires through the rich interactions that take place there. In order for this link between educational process and child development to occur fully, teachers need to build positive interaction with their pupils so as to promote their social skills and prevent behavior problems. With this in mind, the purpose of this study was to evaluate the impacts of a universal group-based intervention, the Incredible Years Teacher Classroom Management (IY TCM), in the Brazilian context, for preschool teachers, with regard to children's increased social skills and reduced behavior problems, by increasing positive classroom management strategies used by these teachers. Stage 1 involved an exploratory study to verify classroom management strategies used by preschool teachers based on their own perceptions. 116 female preschool teachers took part. Average age was 36.4 years. The teachers were from 15 public preschool education facilities, whereby 64% of participants taught in a municipality in the Metropolitan Region of Curitiba (PR) and 36% taught in a municipality in the interior of the state of Santa Catarina (SC). The participants answered the Teacher Classroom Management Strategies Questionnaire designed by Carolyn Webster- Stratton for the University of Washington's Incredible Years Project. Stage 2 consisted of the implementation and evaluation of the IY TCM program. Six teachers aged 35 on average took part. They were from three preschool facilities. Their classes had 18.5 children on average, aged between three and six and mostly males. The instruments used in stage 2 were: a) Best Practices Inventory (Webster-Stratton); b) Preschool Social Behavior Scale (Merrel, 2002), c) Workshop Evaluation Questionnaire (Webster-Stratton & Reid, 2002), d) Program Evaluation Questionnaire (Webster-Stratton) and e) the IY TCM Program (Webster-Stratton, 2012). The data collected were systematized using SPSS (Statistical Package for the Social Sciences, version 21). With regard to statistical tests, parametric tests were used for stage 1 and nonparametric tests for stage 2. Diverse results were found in stage 1 through the accounts of the teachers, in particular the older the teachers and the greater their length of service, the greater their use of proactive strategies and strategies for teaching social and emotional competencies. Stage 2 found that 80% of the subscales used to investigate the preschool teachers' classroom management strategies, as evaluated by observers, showed statistically significant differences between pretest and posttest (p<0.05): "planning and transitions", "activities", "behavior plans", "individualized teaching", "emotional practices", "relationship and communication" and "discipline". The "classroom organization" subscale was marginally significant (p=0.074) whilst "parental involvement" did not show significant difference (p>0.05). Significant differences were found (p=0.000) between pretest and posttest with regard to children's increased social skills (social cooperation/independence and interaction) and reduced behavior problems (externalizing and internalizing). The conclusion was reached that the IY TCM program showed strong scientific evidence of being a primary prevention intervention program for preschool education teachers intended to teach them positive and proactive classroom management strategies that promote pupils' social behaviors and reduce their behavior problems. Keywords: Preschool education. Teacher intervention program. Social skills. Behavior problems.pt_BR
dc.format.extent252 f. : il. algumas color., grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectEducação infantil - Estudo e ensinopt_BR
dc.subjectHabilidades sociais - Criançaspt_BR
dc.subjectCrianças-problemapt_BR
dc.titleAvaliação sobre os impactos do Programa Incredible Years Teacher Classroom Management às professoras da educação infantilpt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record