Show simple item record

dc.contributor.advisorMay de Mio, Louise Larissa, 1967-pt_BR
dc.contributor.authorFerreira, Gabriel Martinspt_BR
dc.contributor.otherRibeiro Junior, Paulo Justiniano, 1967-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agronomiapt_BR
dc.date.accessioned2017-12-21T19:52:35Z
dc.date.available2017-12-21T19:52:35Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/45264
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Louise Larissa May De Miopt_BR
dc.descriptionCoorientador : Paulo Justiniano Ribeiro Juniorpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Agronomia. Defesa: Curitiba, 19/08/2016pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 25-30;41-43;63-66pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Produção vegetalpt_BR
dc.description.abstractResumo: A fruticultura é uma atividade econômica importante do ponto de vista social nas regiões onde é desempenhada, por gerar renda a todos os estratos da sociedade, devido a participação dos produtores que a exercem, aos comerciantes de insumos, técnicos, agrônomos e principalmente trabalhadores rurais, diante da forte exigência de mão de obra ao longo de todo ciclo. Os Estados de São Paulo e Paraná se destacam dentro desta atividade como importantes produtores de frutas, e por serem Estados populosos e por isso importantes consumidores. Neste universo, o cultivo de ameixeiras ainda se mostra incipiente apesar de seu grande potencial mercadológico, devido principalmente a problemas fitossanitários, dos quais se destaca a Escaldadura Foliar da Ameixeira (EFA). Com o objetivo de compreender o avanço espaço-temporal de EFA, visando nortear futuras estratégias de controle, foram avaliados quanto a incidência três pomares de ameixeiras no Estado de São Paulo no período de três a quatro anos (2000 a 2004), e quatro pomares no Estado do Paraná por períodos de três a seis anos (2010 a 2015) quanto à incidência e severidade. Foram utilizados métodos estatísticos e descritivos de análise espacial, sendo utilizados em um primeiro momento aos dados de São Paulo: Suavização por kernel, índice de dispersão binomial, lei de Taylor modificada, função K de Ripley, método da distância mínima média e modelo autologístico. Nos dados de EFA avaliados no Paraná foram usados os seguintes métodos: Suavização por Kernel, Distância Mínima Média e Modelo autologístico. Como resultados, no Estado de São Paulo, apesar de alguma variabilidade nas respostas dos métodos que utilizavam divisões artificiais das áreas de estudo (quadrats), padrões agregados foram detectados por diferentes métodos, exceto para as avaliações com incidência inferior a 10%. O modelo autologístico selecionado mostrava aumento de probabilidade da ocorrência de vizinhas a partir de plantas infectadas na mesma linha de plantio no mesmo momento da avaliação, enquanto que os efeitos entre as linhas foram detectadas apenas para as maiores incidências. Conclusões semelhantes ao que verificou-se no Paraná, onde havia prevalência da agregação de EFA, com início aleatório da epidemia pelos métodos estatísticos testados, ainda que com padrão de início pelas bordas dos pomares pela análise descritiva e também maior probabilidade de aumento em plantas de uma mesma linha de plantio, apresentando avanço da epidemia muito em função de infecções secundárias. Concluiu-se que EFA apresenta padrão espacial agregado quanto à incidência, com avanço da epidemia semelhante nos diferentes pomares avaliados, indicando que os resultados deste estudo podem possibilitar boa eficiência no planejamento do controle químico e cultural de vetores e de manejo das plantas com sintomas. Palavras-chave: Prunus salicina, Manejo Integrado de Doenças, Xylella fastidiosa.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The fruticulture is an important economic activity from the social point of view in the regions where it is performed, to generate income not only to producers who exercise and inputs traders, but also requiring manpower over the cycle, employing rural workers, technicians and agronomists, thus generating income for all segments of society in places that exploit. The states of São Paulo and Paraná stand out within this activity as important producers, and because they are populous states, as well as important states consumers of fruit. In this context, the plum trees growing still shows low exploration despite its large market potential, mainly due to disease problems faced long time ago, among which the Plum Leaf Scald (PLS). In order to understand the EFA spatiotemporal pattern, aiming to develop future control strategies were evaluated for the incidence three plum orchards in the state of São Paulo in the period from three to four years (2000-2004), and four orchards in Paraná State for periods from three to six years (2010-2015) by the incidence and severity. To these data were used descriptive and statistical methods of spatial analysis, being used at first the data of São Paulo: smoothing by kernel, binomial dispersion index, Taylor modified power law, K Ripley's function, average distance method and autologistic model, selecting those easier to understand and also using the EFA data assessed in Paraná, the following methods: Smoothing by Kernel, Average disntace method and autologistic model. As results, the state of São Paulo, aggregated patterns were detected by different methods except for evaluations with lower incidence to 10%. The autologistic model selected has consistently shown an increased risk of incidence with the occurrence of infected neighbourhood on the same row at the same time of the evaluation, while the effects of the rows were detected only to the highest incidences. Conclusions similar to that were found in Parana, where was observed prevalence of EFA aggregation with random beginning of the epidemic by statistical methods tested, though with start pattern by the edges of orchards by descriptive analysis and also more likely to increase in plant of the same rows, with spread of the epidemic much due to secondary infections. It was concluded that the EFA has spatial pattern, which probably allows good efficiency of chemical and cultural methods of control vectors and management of symptomatic plants based on the site that it occurs. Key-words:. Prunus salicina, Diseases Integreated Management, Xylella fastidiosa.pt_BR
dc.format.extent78 f. : il. alguma color., grafs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectAgronomiapt_BR
dc.subjectAmeixa - Doenças e pragaspt_BR
dc.subjectFitopatologiapt_BR
dc.titleAnálise espaço-temporal da escaldadura foliar da ameixeira nas principais regiões produtoras dos estados de São Paulo e Paranápt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record