Show simple item record

dc.contributor.authorCalomeno, Priscila Antoniazzi
dc.contributor.otherMello, Joaquim Munhoz de
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Jurídicas. Curso de Graduação em Direito.
dc.date.accessioned2017-01-12T12:51:03Z
dc.date.available2017-01-12T12:51:03Z
dc.date.issued2003
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/44939
dc.descriptionOrientador: Prof. Joaquim Munhoz de Mello
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná,Setor de Ciências Jurídicas, Curso de Graduação em Direito
dc.description.abstractO presente trabalho visa o estudo da cognição no processo de execução. A cognição é o ato lógico do juiz exercido dentro do processo que tem como resultado o julgamento do caso. Existia uma tendência a não se considerar a existência de cognição no bojo da execução. O debate travado na doutrina acabou considerando a existência desta atividade também no processo de execução. Este entendimento da cognição no processo de execução acaba trazendo conseqüências visto que a execução não é mais vista somente como a simples realização do direito do exeqüente. Sem dúvida este é o seu fim, no entanto, os meios para esta realização acabam sendo reavaliados. Neste momento assume-se que se deve contrabalançar a segurança jurídica e a efetividade do direito.
dc.format.extent75 f.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.subjectProcesso civil
dc.subjectExecuções (Direito)
dc.titleA cognição no processo de execução
dc.typeMonografia Graduação


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record