Show simple item record

dc.contributor.advisorFreitas, Maria de Fatima Quintal dept_BR
dc.contributor.authorBarros, Amailson Sandro dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2017-03-29T18:56:26Z
dc.date.available2017-03-29T18:56:26Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/44730
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Maria de Fátima Quintal de Freitaspt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 24/08/2016pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 172-194pt_BR
dc.descriptionLinha de pesquisa: de Cognição aprendizagem e desenvolvimento humanopt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente texto apresenta os resultados de uma pesquisa qualitativa, com abordagem teórica da Psicologia Social Comunitária, de base latino-americana, em sua interface com a Educação Popular, que investigou a efetividade de uma proposta de intervenção psicossocial com pais em situação de violência contra os filhos, realizada no âmbito de um Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), localizado em um município do interior do estado do Paraná. A pesquisa articulou levantamento bibliográfico, discussão teórica dos fundamentos psicossociais para a compreensão do fenômeno da violência de pais contra filhos e que balizam o trabalho com famílias. Para a coleta de dados empíricos, optou-se pela técnica do grupo focal, formado por participantes que frequentaram os grupos de pais realizados no CREAS, entre meados do ano de 2012 a meados do ano de 2015. Os resultados obtidos pelo levantamento bibliográfico possibilitaram o emergir de 05 grupos temáticos de análise e reflexão que dão conta de discutir: a) a multigeracionalidade da violência doméstica contra crianças e adolescente; b) aspectos psicossociais das famílias; c) consequências físicas, psicológicas e cognitivas desse tipo de violência; d) estratégias de intervenção com as famílias em situação de violência doméstica contra crianças e adolescentes; e) formação de redes de apoio social e afetiva para o enfrentamento dessa forma de violência. Os dados coletados no grupo focal apontaram para quatro blocos temáticos que nos possibilitaram a compreensão de família para os participantes (Bloco I); o entendimento das dimensões psicossociais e educativas do processo de superação da violência nas relações familiares, capturando o sentido que a violência assume nessas relações e o processo de aprender e ensinar essa violência (Bloco II); a reflexão da relação indivíduo e grupo, e profissionais e pais, percebendo a formação de uma rede de apoio e o processo de conscientização que foi sendo assumido pelos participantes durante o processo grupal (Bloco III), por último, tecemos considerações a respeito da avaliação realizadas pelos participantes do grupo focal sobre o trabalho realizado com eles no Grupo de Pais (Bloco IV). Os resultados apontam para uma melhora das relações familiares e dos vínculos afetivos entre pais e filhos. Numa perspectiva dialógica, os resultados indicam que o Grupo de Pais foi um espaço que favoreceu o compartilhar de experiências psicossociais entre os participantes, permitindo reflexões e trocas de conhecimento que contribuíram para o processo de conscientização e o processo de uma parentalidade protetiva. Destacamos a importância e a contribuição da Psicologia Social Comunitária para a construção de estratégias de intervenção psicossocial na modalidade Grupo de Pais, como forma de fortalecer as relações pais e filhos; restabelecer a dignidade familiar e possibilitar a construção de projetos emancipatórios de vida familiar e comunitária. Palavras-Chave: Psicologia Social Comunitária; Violência de Pais Contra Filhos; Grupo de Pais; CREAS.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This text presents the results of a qualitative research, with theoretical approach on Community Social Psychology, of Latin American basis, in its interface with Popular Education which investigated the effectiveness of a psychosocial intervention proposal with parents accused of violence against their children. This was performed at a Social Assistance Reference Center (CREAS) located in a town in the countryside of Paraná State in Brazil. This research managed to work with the necessary bibliography, it is also included a theoretical discussion of psychosocial foundation for better understanding of the circumstances involving violence of parents against their children. For the empiric data collection, we have chosen the focal group technique, comprised of participants that attended the group of parents from CREAS between the years 2012 and 2015. The results found from the bibliography made it possible to emerge 05 thematic groups of analysis and reflection that approach the following: a) the multigenerationality of domestic violence against children and adolescents; b) psychosocial aspects of the families; c) physical, psychological and cognitive consequences related to this kind of violence; d) intervention strategies in the families where there is evidence of violence against children and adolescents; e) creation of social support networks to deal with this kind of violence. The data collected from the focal group have lead us to four thematic categories that made it possible the understanding of family for the participants (category I); the understanding of the educative and psychosocial dimensions on the process of overcoming of violence in family relations, also capturing the meaning that violence assume these relations and the process of learning and teaching this kind of violence (category II); the relation between an individual and a group, professionals and parents, one may notice in such relations the creation of a support network and the awareness process that was assumed by the participants (category III); in the end, we discussed about the evaluation performed by the focal group about the work performed with them in the group of parents (category IV). The results indicate improvement in family relations and the emotional bonds between parents and their children. From a dialogic perspective, the results indicate that the group of parents was a group where people were able to share psychosocial experience, in addition it allowed them to have some knowledge exchange, which contributed for the awareness process and the process of protective parenthood. We would like to highlight the importance of Community Social Psychology for the implementation of strategies concerning psychosocial intervention in the group of parents, as a way of strengthening the relations between parents and children; also reestablishing family dignity and finding a way for the implementation of emancipatory projects of life in family and in community. Keywords: Community Social Psychology; Violence of parents against children; Group of parents; CREAS.pt_BR
dc.format.extent207 f. : il. , grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectPsicologia socialpt_BR
dc.subjectAssistencia socialpt_BR
dc.titlePais e violência contra filhos : dimensões psicossociais e educativa sobre grupos a partir de experiência no CREASpt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record