Show simple item record

dc.contributor.authorPinheiro, Thiago Augusto, 1988-pt_BR
dc.contributor.otherPelaez, Victor, 1962-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Graduação em Ciências Econômicaspt_BR
dc.date.accessioned2017-04-13T20:44:32Z
dc.date.available2017-04-13T20:44:32Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/44513
dc.descriptionOrientador: Victor Manoel Pelaez Alvarezpt_BR
dc.descriptionMonografia(Graduação) - Universidade Federal do Paraná,Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Curso de Ciências Econômicaspt_BR
dc.description.abstractResumo: Este trabalho analisa a trajetória tecnológica do videocassete, abordando a fase préparadigmática e a difusão do produto, marcada por uma disputa entre dois padrões tecnológicos (VHS e Betamax). Por meio de uma análise comparativa, baseada em dados de artigos e livros que versaram sobre o caso do desenvolvimento do videocassete, chegou-se à conclusão de que o grupo de empresas, liderado pela JVC, geriu de maneira mais eficiente seus ativos complementares, principalmente através de contratos com empresas com grande capacidade de fornecimento de aparelhos no formato VHS. O produto também possibilitou a abertura de um mercado de fitas pré-gravadas, o que ajudou a consolidar a participação de mercado do grupo de empresas liderado pela JVC. Já a Sony, que desenvolveu o formato Betamax, não conseguiu permanecer em sua posição de liderança, mesmo sendo pioneira no mercado de home video. Ao fim, o videocassete foi substituído pelo DVD player que se consolidou como um novo paradigma tecnológico de home video, no final dos anos 2000pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This paper analyzes the technological trajectory of the VCR, addressing the preparadigmatic phase and the product’s diffusion, marked by a dispute between two technological standards (VHS and Betamax). Through a comparative analysis based on papers and books that studied the case of VCR's development, we came to the conclusion that the group of companies led by JVC, managed more efficiently its complementary assets, notably through contracts with companies with a greater capability of supplying VHS devices. The product also made possible the opening of a market for prerecorded tapes, which helped to consolidate the market share of the group of companies led by JVC. Meanwhile, Sony, the creator of the Betamax format, was not able to remain in the leadership of the home video market where it was the first mover. In the end, the VCR was replaced by the DVD player, which became the new home video technological paradigm at the end of 2000spt_BR
dc.format.extent55 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectInovações tecnologicas - Aspectos econômicospt_BR
dc.subjectVideocassetept_BR
dc.titleTrajetória tecnológica do videocassetept_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record