Show simple item record

dc.contributor.authorSantos, Rafael José Durães dos, 1984-pt_BR
dc.contributor.otherGuimarães, Raquel Rangel de Meirelespt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Graduação em Ciências Econômicaspt_BR
dc.date.accessioned2017-04-13T20:24:46Z
dc.date.available2017-04-13T20:24:46Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/44493
dc.descriptionOrientador: Raquel Rangel de Meireles Guimarãespt_BR
dc.descriptionMonografia(Graduação) - Universidade Federal do Paraná,Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Curso de Ciências Econômicaspt_BR
dc.description.abstractResumo: No Brasil e no mundo questões relacionadas à mobilidade urbana têm se destacado nos estudos econômicos pelo seu impacto no bem-estar da população. Ademais, desigualdades na mobilidade urbana têm sido objeto de interesse dos pesquisadores como um elemento de desenvolvimento. A literatura documenta que o crescimento desordenado das metrópoles e o mau planejamento de soluções em transporte público impõem custos não desprezíveis à população pobre, impedindo seu acesso às amenidades presentes nos centros urbanos, como acesso à escolas, hospitais e serviços públicos de qualidade. Desta forma, o direito ao transporte de qualidade têm sido considerado como aspecto importante do desenvolvimento. O presente trabalho tem por objetivo analisar se existe uma relação entre a renda domiciliar e os gastos com transporte público na Regiões Metropolitana de Curitiba, Região Metropolitana de São Paulo e no Brasil. Foram utilizados os microdados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2008-2009 (IBGE). Com base em dois exercícios metodológicos, um descritivo e outro econométrico, verificou-se que domicílios mais pobres de cada uma das regiões em possuírem maiores níveis de despesas com transporte coletivo em relação a sua renda domiciliar. Ademais, evidenciou-se que acréscimos à renda domiciliar mensal estão associados a um maior gasto com transporte coletivo nas populações que menos gastam com transporte. Conclui-se que há, por parte dos pobres, uma importante demanda pela mobilidade urbanapt_BR
dc.description.abstractAbstract: In Brazil and in the world, issues regarding urban mobility have been considered by researchers because of their impact on population welfare. Also, inequalities in urban mobility have been addressed by researchers as an important aspect of development. Literature documents that the overcrowded cities and bad planning of public transportation solutions places non negligible costs to the poor, preventing their access to amenities present only in urban centers, such good schools, hospitals and public services. Therefore, the right to a high quality public transportation has been considered as of fundamental importance to development. With that in mind, this study aims to test whether there is a relationship between household income and public transportation expenditures in the metropolitan areas of Curitiba, São Paulo, and also in Brazil. I used microdata from Household Budget Surveys (IBGE) from 2008-2009 (IBGE). Drawing on two methodological exercises, being one descriptive and the other econometric, I showed that poor households in each one of the regions have higher levels of public transportation expenditures as compared to their monthly income. Also, I showed that increases in monthly income are associated with increases in public transportation expenditures for households that spend less with public transportation. Therefore, I conclude that there is an important demand for urban mobility by the poorpt_BR
dc.format.extent38 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTransportes - Transito de passageiros - Curitiba, Região Metropolitana de (PR)pt_BR
dc.subjectTransportes - Transito de passageiros - Sao Paulo, Regiao Metropolitana de (SP)pt_BR
dc.subjectTransportes - Transito de passageiros - Custos - Brasilpt_BR
dc.subjectTransportes - Tarifaspt_BR
dc.titlePobreza e gastos com transporte público : um estudo de caso da Região Metropolitana de Curitiba, Região Metropolitana de São Paulo e Brasilpt_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record