Show simple item record

dc.contributor.advisorPadovani, Stephania, 1973-pt_BR
dc.contributor.authorMileck, Luiz Henrique Strapassonpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Artes, Comunicação e Design. Programa de Pós-Graduação em Designpt_BR
dc.date.accessioned2020-04-30T21:13:22Z
dc.date.available2020-04-30T21:13:22Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/44446
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª. Stephania Padovanipt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Artes, Comunicação e Design, Programa de Pós-Graduação em Design. Defesa: Curitiba, 19/02/2016pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 154-159pt_BR
dc.description.abstractResumo: Inspirada no desenvolvimento da Economia Criativa, emerge uma necessidade das instituições de ampliar os diferenciais competitivos na mais alta distinção econômica, a Economia da Transformação, uma experiência transformadora e autêntica codificada nas vivências. Paralelamente, existe uma enorme quantidade de conhecimento acessível e um envolvimento cada vez maior dos consumidores instruídos com os produtos que compram, fazendo com que os processos de negócios tradicionais se inovem através de uma nova abordagem: a co-criação. Com o objetivo de propor um modelo de co-criação de vivências é empregada, nesta dissertação de mestrado, uma nova abordagem intitulada de Design para Vivências, baseada em um estudo exploratório de codificação conceitual filosófica do fenômeno de vivência, uma tradução do termo alemão Erlebnis, bem como uma análise teórica-prática baseada nos estudos tipológicos de co-criação. Buscou-se mapear os aspectos teóricos e práticos que caracterizam uma vivência e uma cocriação, por meio de uma pesquisa bibliográfica e de um estudo de campo. Como resultado teórico, obteve-se a conceituação dos termos, o estudo comparativo com termos similares e uma análise teórica reflexiva da co-criação de vivência. Como resultado prático, através de um estudo de campo, revelou-se os processos criativos e as classificações tipológicas e conceitos práticos dos termos vivência e co-criação de oito co-criadores de vivência entrevistados. Estes aspectos que caracterizam uma co-criação de uma vivência foram arranjados em um modelo, apresentado em uma dinâmica própria e avaliado em um estudo de caso, dentro de um contexto processual do design. Por fim, este estudo se conclui apresentando uma proposta de modelo avaliado de co-criação para vivências. Este modelo pode ser usado tanto para fins acadêmicos, como gerador de estudos complementares buscando aperfeiçoamento do mesmo e da dinâmica proposta, como também para fins práticos de mercado, onde o modelo representado através de atributos característicos de uma co-criação de vivência se demonstrou satisfatório para uma dinâmica coletiva de criação de experiências transformadoras e autênticas.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Inspired by the Creative Economy development, emerges a need for institutions to expand competitive advantages in the highest economic distinction, the Transformation Economy, a transformative and authentic experience codified in "experiencing". Besides, there is a huge amount of available knowledge and the involvement of educated consumers and their products, causing the traditional business processes to innovate through a new approach: co-creation. Aiming to propose a model of co-creation experiencing a new approach called Experiencing Design is suggested by this work, based on an exploratory study of coding the philosophical conceptual of experiencing phenomenon, a translation of the German word Erlebnis, as well as a theoretical and practical analysis based on typological studies of co-creation. Through a bibliographic research and a field study aimed to map the theoretical and practical aspects that characterize an experiencing and a co-creation. As theoretical result, the conceptualization of terms, the comparative study with similar terms and a reflective theoretical analysis of co-creation experiencing, were obtained. As a practical result, through a field study, the creative processes and typological classifications and practical concepts of the terms experiencing and co-creation, were constructed by eight experiencing co-creators respondents. These aspects characterizing an experiencing co-creating were arranged in a model, presented in a specific dynamic and evaluated in a case study, within a procedural Design context. Finally, this study concludes by presenting a proposal of experiencing co-creation evaluated model that can be used both for academic purposes, as further studies generator seeking improvement of this model as well as the displayed dynamic, but also for practical purposes, where the model represented by characteristic attributes of a experiencing co-creation has been shown suitable for a dynamic group to create transformative and authentic experiences.pt_BR
dc.format.extent159 f. : il. algumas color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDesignpt_BR
dc.subjectDesign - Criaçãopt_BR
dc.subjectDesenho (Projetos)pt_BR
dc.subjectDesign centrado no usuáriopt_BR
dc.titleModelo teórico-prático de co-criação para vivências : um estudo exploratório do design para vivênciaspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record