Show simple item record

dc.contributor.advisorFaria, Jose Henrique de, 1950-
dc.contributor.authorAmorim, Andre Luis Marra do
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Administração
dc.date.accessioned2016-12-12T19:57:44Z
dc.date.available2016-12-12T19:57:44Z
dc.date.issued2016
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/44114
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. José Henrique de Faria
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração. Defesa: Curitiba, 29/07/2016
dc.descriptionInclui referências : f. 85-86
dc.descriptionÁrea de concentração: Estratégia e organizações
dc.description.abstractResumo: A formação de novas maneiras de organização do trabalho é favorecida pelo uso intensivo de tecnologias de informação e comunicação dentro da produção capitalista atual e está relacionada ao surgimento da cooperação massiva por meio da internet na produção de mercadorias digitais. Apesar de configurar um modo de trabalho diferente e, em certo sentido, superior ao trabalho desenvolvido dentro do modelo flexível no capitalismo, a tese sustentada afirma que aquele não supera o trabalho capitalista. O objeto de estudo foi o projeto de desenvolvimento do Android, liderado pela Google, e foi realizada tendo como fundamento epistêmico a Epistemologia Crítica do Concreto e se inserindo dentro do corpo teórico da Economia Política do Poder. No que tange aos aspectos metodológicos foram realizadas análises documentais, observações não participantes e entrevistas e o tratamento das informações coletadas seguiu as descrições do método materialista dialético formado pela interação entre os momentos pré-sincrético, sincrético e sintético, culminando na apreensão possível do real pela via do pensamento. A pesquisa sinalizou que o trabalho em cooperação massiva não supera o trabalho capitalista, mesmo promovendo alterações significativas nas categorias marxistas Mercadoria, Trabalho e Cooperação; o desenvolvimento do capitalismo continua incorporando elementos tecnológicos na organização do trabalho e, mascarando aspectos fundamentais para assegurar o controle sobre o trabalho e a extração de valor excedente, mesmo que aparentemente tenha tornado o trabalho mais "livre". Por fim, a pesquisa demonstrou que as categorias marxistas clássicas ainda são contemporâneas e com as devidas atualizações provenientes do campo empírico ainda podem servir de base para a compreensão dos movimentos do real concreto. Palavras-chave: Cooperação massiva; organização do trabalho; relações de trabalho.
dc.description.abstractAbstract: The formation of new ways of labor organization is enhanced by intensive use of information and communication technologies in current capitalist production and is related to emergence of massive cooperation on the internet for digital goods production. Although set up a different way of labor and, in a sense, superior to the labor in flexible model of capitalism, the thesis put forward claims that work does not exceed the capitalist labor. The research object was the Android development project led by Google, and was carried out within the foundation epistemic of Critical Concrete Epistemology and followed the theoretical framework of the Political Economy of Power. With respect to methodological aspects were carried out documentations reviews, no participant observation and interviews. The processing of collected information followed the descriptions of the dialectical materialist method formed by the interaction between pre-syncretic, syncretic and sintetic moments, culminating in the possible seizure of the real by way of thinking. The survey indicated that labor on a massive cooperation does not overcome the capitalist labor, even promoting real changes in marxist categories: Merchandise, Work and Cooperation; the development of capitalism continues to incorporate technological elements in labor organization and masking fundamental aspects to ensure control over labor and the extraction of surplus value, even if apparently has made the labor more "free". Finally, the research has shown that the classical Marxist categories remains contemporary and with necessary updates from the empirical field can also serve as basis for the understanding the movements of real concrete. Keywords: Massive cooperation, labor organization, labor relations.
dc.format.extent98 p. : il.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.relationDisponível em formato digital
dc.subjectEficiencia industrial
dc.subjectTrabalho - Relações humanas
dc.subjectOrganização
dc.subject.ddc331
dc.titleCooperação sofisticada expandida : descaracterização ou ampliação do trabalho capitalista?
dc.typeTese


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record