Show simple item record

dc.contributor.advisorGalvão, Franklin, 1952-pt_BR
dc.contributor.authorRios, Roman Carlospt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.contributor.otherCursio, Gustavo Ribaspt_BR
dc.contributor.otherLorenzi, Andréspt_BR
dc.date.accessioned2013-06-25T16:40:37Z
dc.date.available2013-06-25T16:40:37Z
dc.date.issued2013-06-25
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/4397
dc.description.abstractAvaliou-se a composição florística, a estrutura e a regeneração de Araucaria angustifolia (Bertol.) Kuntze do Parque Provincial Cruce Caballero, que se constitui na unidade mais representativa com a citada espécie na Argentina. Foram alocadas 82 parcelas (10 x 20 m), distribuidas em três compartimentos pedológicos: Latossolo Vermelho (54 parcelas), Neossolo Litólico (20 parcelas) e Gleissolo Melânico (8 parcelas). O primeiro compartimento tem solos profundos, diferente dos demais que possuem pequena profundidade efetiva. O Neossolo Litólico com alta pedregosidade e o Gleissolo Melânico tem lençol freático quase na superficie. Foram avaliados todos os indivíduos arbóreos com mais de 4,8 cm de DAP. Registraram-se no total 116 espécies nos três compartimentos, sendo 28 exclusivas do Latossolo Vermelho, 18 do Neossolo Litólico e 6 do Gleissolo Melânico. As maiores alturas totais e diâmetros foram encontrados no compartimento Latossolo Vermelho e a maior densidade total sobre o Neossolo Litólico. A estrutura horizontal tem diferenças entre os três compartimentos, tendo como característica comum uma notável redução de densidade de árvores de grande porte. Na floresta sobre Latossolo Vermelho, os descritores estruturais denotam uma distribuição bastante eqüitativa das principais espécies, destacando-se como principais Sorocea bomplandii, Cabralea canjerana, Ocotea lancifolia, Araucaria angustifolia e Apuleia leiocarpa. Sobre o Neossolo Litólico há poucas espécies que repartem o espaço horizontal: Actinostemon concolor e Trichilia claussenii. No compartimento Gleissolo Melânico o espaço horizontal é compartilhado por sete espécies: Parapiptadenia rigida, Alchornea triplinervia, Luehea divaricata, Erythrina falcata, Myrsine gardneriana, Nectandra lanceolata e Cabralea canjerana. A maior diversidade de espécies foi encontrada no Latossolo Vermelho, seguida no Gleissolo Melânico e por último no Neossolo Litólico. As florestas dos três compartimentos contêm uma baixa similaridade entre elas, especialmente o Gleissolo Melânico com os demais. Os compartimentos Latossolo Vermelho e Neossolo Litólico apresentam uma similaridade média entre eles. Quando avaliada a regeneração natural da Araucaria angustifolia, encontrou-se uma baixa densidade no Latossolo Vermelho, com 18,51 ind/ha, e nenhum indivíduo nos demais compartimentos. Ao comparar a floresta do parque com outras áreas de Misiones (Argentina) e do Brasil, conclui-se que a vegetação da área é única por suas características florísticas, tendo mais similaridade com Florestas Estacionais próximas de Misiones e do Rio Grande do Sul, do que com Florestas com Araucária dos estados do Paraná e do Rio Grande do Sul. Conclui-se que a área tem grande valor biológico e genético devido, sobretudo, à população de araucária em uma área de tensão ecológica e ocorrendo em solos hidromórficos.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectFlorestas - Reprodução - Argentinapt_BR
dc.subjectPinheiro-do-parana - Argentinapt_BR
dc.subjectComunidades vegetais - Argentinapt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectParque Provincial Cruce Caballero (Argentina)pt_BR
dc.titleCaracterizaçao florística e fitossociológica da vegetaçao arbórea em tres unidades pedológicas do parque provincial Cruce Caballero, Missiones Argentinapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record