Show simple item record

dc.contributor.advisorDiniz Filho, Luis Lopespt_BR
dc.contributor.authorVilczak, Andréiapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Terra. Programa de Pós-Graduação em Geografiapt_BR
dc.date.accessioned2017-09-01T16:08:02Z
dc.date.available2017-09-01T16:08:02Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/43679
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Luis Lopes Diniz Filhopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Geografia. Defesa: Curitiba, 25/04/2016pt_BR
dc.descriptionInclui referências : fls. 11-123pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Espaço, Sociedadee ambientept_BR
dc.descriptionLinha de pesquisa: Produção e tranformação do espaço urbano e regionalpt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente trabalho visa analisar os resultados obtidos pela agricultura familiar no cultivo do fumo, levando em consideração as razões econômicas pela opção em produzir a cultura. Desse modo, o estudo de caso dos fumicultores de Prudentópolis-PR fornece subsídios para a avaliação crítica dos dois principais paradigmas de estudo do agro na geografia rural e ciências afins, ou seja, o paradigma da agricultura familiar e da agricultura camponesa. Para tanto, utilizou- se de revisões bibliográficas de autores que trabalham nas distintas linhas paradigmáticas, como também da caracterização dos agricultores familiares produtores de fumo através do uso de fontes secundárias (Censos agropecuários), além da aplicação de questionários para um universo de sessenta fumicultores contratados pela empresa Souza Cruz em Prudentópolis. A partir das revisões bibliográficas e dos dados obtidos no estudo de caso, levantou-se a hipótese de que o paradigma da agricultura camponesa não é adequando para explicar a realidade estudada. Palavras chave: Agricultura Familiar, Fumicultura, Abordagens Paradigmáticas.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The aim of this study is to analyze the results obtained by family farming in the cultivation of tobacco, considering the economic reasons for the choice to produce the crop. Thus, the case study of Prudentópolis-PR tobacco growers provides subsidies for the critical evaluation of the two main paradigms of agro studies in rural geography and related sciences, that is, the paradigm of family farming and peasant farming. For this purpose, bibliographic reviews of authors working in different paradigmatic lines were used, as well as the characterization of family farmers tobacco growers through the use of secondary sources (Census of agriculture), and the application of questionnaires to a group of sixty tobacco growers hired by Souza Cruz company in the city of Prudentópolis. From the literature review and the obtained data in the case study, we raised the hypothesis that the paradigm of peasant farming is not suitable to explain the studied reality. Keywords: Family farming, Tobacco Farming, Paradigmatic Approaches.pt_BR
dc.format.extent123 f. : il. algumas color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectGeografiapt_BR
dc.subjectAgricultura familiarpt_BR
dc.subjectFumo - Cultivopt_BR
dc.subjectGeografia agricolapt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleAgricultura familiar e a produção de fumo : estudo de caso dos fumicultores contratados pela Souza Cruz em Prudentópolis-PRpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record