Show simple item record

dc.contributor.advisorOliveira, Simone Gisele de
dc.contributor.authorCruz, Thiago Augusto da
dc.contributor.otherAndriguetto, José Luciano
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia
dc.date.accessioned2016-11-24T20:52:19Z
dc.date.available2016-11-24T20:52:19Z
dc.date.issued2016
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/43413
dc.descriptionOrientador : Profª. Drª. Simone Gisele de Oliveira
dc.descriptionCo-orientador : Prof. Dr. José Luciano Andriguetto
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Zootecnia. Defesa: Curitiba, 23/03/2016
dc.descriptionInclui referências : f. 23-28-41-46
dc.descriptionÁrea de concentração : Nutrição e produção animal
dc.description.abstractResumo: Com a necessidade de aumento de produção de alimentos para atender a crescente demanda mundial, tecnologias devem ser desenvolvidas para melhorar o desempenho dos animais destinados ao consumo humano. Nesse sentido, estudos com inclusão de enzimas e processamento das dietas fornecidas aos animais vêm sendo feitos a fim de melhorar a eficiência alimentar e, por consequência, o resultado zootécnico. O presente estudo objetivou avaliar a digestibilidade da dieta de suínos na fase pré-inicial de produção. Foram utilizados 24 suínos com idade média de 35 dias e pesando em média 8 kg. Os animais foram alojados individualmente em gaiolas de metabolismo e submetidos a quatro dietas experimentais. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado em arranjo fatorial 2x2, sendo duas formas físicas da dieta, peletizada ou farelada, com e sem adição de mistura enzimática comercial a base de xilanase, amilase,celulase, ?-glucanase, mananase, protease e fitase. Os animais passaram por 7 dias de adaptação, seguidos por 5 dias de coleta de fezes. Foram feitas coletas totais de fezes, que foram congeladas em sacos plásticos individuais e posteriormente submetidas à análise de Matéria Seca, Proteína Bruta, Extrato Etéreo, Fibra Bruta e Energia Bruta. Com os resultados, foram calculados os coeficientes de digestibilidade aparente, na sequência, os dados foram submetidos à análise de variância e teste Tukey. houve interação para Energia Digestível, Proteína Bruta, Matéria Seca e Extrato Etéreo. O tratamento que continha as enzimas e a peletização obtiveram aumento (P<0,05) na digestibilidade comparado aos demais. Conclui-se, portanto, que a mistura de enzimas utilizada e a peletização aplicados à dieta de suínos na fase pré-inicial de produção, aumentam a digestibilidade aparente. Palavras - chave: Carboidrase, Enzimas Exógenas, Leitão, Nutrição Animal, Protease
dc.description.abstractAbstract: The need to increase food production to meet the growing global demand, technologies must be developed to improve the performance of animals intended for human consumption. Accordingly, studies involving enzymes and processing of diets fed to animals are being made to improve feed efficiency and, consequently, the zootechnical results. The present study aimed to evaluate the digestibility of the diet of pigs in the pre-initial production phase. 24 pigs with an average age of 35 days were used. The animals were housed individually in metabolism cages and subjected to four experimental diets. The design was completely randomized in a 2x2 factorial arrangement, two physical forms of diet, pelleted or mash with and without addition of commercial enzyme mixture the base of xylanase, amylase, cellulase, ?-glucanase, mannanase, protease and phytase. The animals went through seven days of adaptation, followed by five days of feces collection. Total feces were collected, which were frozen in individual plastic bags and then subjected to laboratory analysis of Dry Matter, Crude Protein, Ether Extract, Crude Fiber and Digestive Energy. With the results, the apparent digestibility coefficients were calculated, as a result, the data were subjected to analysis of variance and Tukey test. The analysis of total digestibility, there was interaction for Digestive Energy, Crude Protein, Dry Matter and Ether Extract. The treatment containing the enzymes and the pelleting obtained increase (P <0.05) in digestibility compared to the other. It can be concluded, therefore, that the enzyme mixture used and pelletization applied to pig diet in the pre-initial stage of production, increase in the apparent digestibility. Key - Words: Animal Nutrition, Carbohydrases, Exogenous Enzymes, Piglet, Protease
dc.format.extent46 f. : il.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.relationDisponível em formato digital
dc.subjectZootecnia
dc.subjectSuino - Criação
dc.subjectNutrição animal
dc.titleCombinação de enzimas e peletização na digestibilidade da dieta em suínos na fase de creche
dc.typeDissertação


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record