Show simple item record

dc.contributor.advisorRoper, James Joseph
dc.contributor.authorBraga, Talita Vieira
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação
dc.date.accessioned2016-06-22T20:05:19Z
dc.date.available2016-06-22T20:05:19Z
dc.date.issued2016
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/43216
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. James J. Roper
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação. Defesa: Curitiba, 04/03/2016
dc.descriptionInclui referências : f. 52-55
dc.description.abstractResumo: O cuidado parental é um importante componente do investimento reprodutivo dos indivíduos, e a quantidade de cuidado investido é determinada pelo conflito entre as necessidades da prole e o cuidado que os pais podem investir. O investimento em cuidado parental pode variar com a latitude e com a taxa de predação do ninho, assim como com o número de adultos providenciando cuidado. Neste trabalho, primeiramente foram descritas a biologia reprodutiva de duas espécies de Parulideos, Myiothlypis leucoblephara e Basileuterus culicivorus, e contextualizadas com as características de história de vida de outras espécies tropicais e temperadas. Em seguida o cuidado parental e a taxa de predação dos ninhos durante a fase de ninhego foram comparados entre os parulídeos tropicais e temperados. Por último, a quantidade de cuidado parental investido durante os períodos de incubação e ninhego foram comparados entre diferentes modos de cuidado parental: uniparental, biparental parcial e biparental completo. Os resultados mostraram que as duas espécies de parulídeos estudadas diferiram em suas características de história de vida e não possuíram um padrão completamente tropical ou temperado. A taxa de visitas ao ninho e a taxa de predação durante o período de ninhego foram similares entre as espécies de parulídeos tropicais e temperados, enquanto a taxa de alimentação por ninhegos foi maior nas espécies tropicais apenas durante a segunda metade do período de ninhego. A quantidade total de cuidado parental investido durante o período de incubação e de ninhego foram maiores nos modos de cuidado biparental. O tempo investido na incubação dos ovos foi maior no modo biparental completo, e a alimentação dos ninhegos foi maior no modo biparental parcial. A alimentação dos ninhegos foi surpreendentemente similar entre os modos uniparental e biparental completo, sugerindo que a relação entre a quantidade total de cuidado parental e o número de adultos que providencia cuidado é mais forte durante o período de incubação. Esses resultados sugerem que as diferenças no cuidado parental entre espécies tropicais e temperadas devem ser críticas durante o final do período de ninhego, destacando a importância de estudos que diferenciem o investimento em cuidado parental entre as diferentes idades dos ninhegos. Adicionalmente, os resultados da comparação entre os modos de cuidado parental destacaram a importância em considerar a quantidade de adultos providenciando cuidado parental para alcançar um melhor entendimento da evolução desse comportamento.
dc.description.abstractAbstract: Parental care is an important component of reproductive effort of individuals. The amount of parental care is determined by a conflict between the offspring requirements and the amount that parents can provide. Parental care can vary with latitude and nest predation risk, as with the number of caregivers. Here, we first provide a description of the breeding biology of two warblers, the White-rimmed Warbler Myiothlypis leucoblephara and the Golden-crowned Warbler Basileuterus culicivorus. Then we compare their breeding traits with other tropical and temperate warblers. We follow with a comparison of nestling provisioning and nest predation rates during the nestling period between tropical and temperate warblers. Finally, we compared the total amount of parental care during incubation and nestling period between modes of parental care: the uniparental, partial biparental and complete biparental. The results indicated that breeding traits of the two studied warblers were different and did not fit completely in a tropical or temperate pattern. Total feeding and nest predation rates were similar between tropical and temperate warblers, while per nestling feeding rate was greater in tropical warblers only during late nestling period. The total amount of parental care was greater in biparental care than in uniparental care. Nest attentiveness was greater in complete biparental care, and nestling provisioning was greater in partial biparental care. Feeding rates were surprisingly similar in uniparental and complete biparental care, suggesting that the relationship between the number of caregivers and the total amount of parental care is stronger during incubation period. Our results suggest that differences in parental care between tropical and temperate species should be critical during late nestling period, highlighting the importance of studies that focus in parental care investment between different nestling ages. Additionally, comparisons between modes of parental care showed that accounting for differences in the number of caregirvers may provide valuable information to better understand parental care evolution.
dc.format.extent55 f. : il., grafs., tabs.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languageInglês
dc.relationDisponível em formato digital
dc.subjectBiologia
dc.subjectPássaro
dc.subjectBiologia reprodutiva
dc.titlePadrões no cuidado parental em passeriformes tropicais e temperados
dc.typeTese


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record