Show simple item record

dc.contributor.advisorCardoso, Patrícia da Silva, 1964-pt_BR
dc.contributor.authorHerrera, Gabriela Cardosopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Letraspt_BR
dc.date.accessioned2020-02-19T15:48:10Z
dc.date.available2020-02-19T15:48:10Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/43186
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Patrícia da Silva Cardosopt_BR
dc.descriptionAutor não autorizou a divulgação do arquivo digitalpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Letras. Defesa: Curitiba, 21/03/2016pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração : Estudos linguísticospt_BR
dc.description.abstractResumo: Mário de Sá-Carneiro (1890-1916), um dos nomes centrais da Geração de Orpheu, debruçou-se sobre a temática do sujeito moderno como poucos artistas. Pertencente ao Modernismo - um movimento artístico que se estende de meados do século XIX até meados do século XX e que tem no esquadrinhamento do sujeito uma de suas características principais -, o escritor português produziu uma obra que apresenta análises e representações do "eu" bastante instigantes e originais. Sua variada produção artística engloba cartas, poemas, peças de teatro e narrativas em prosa. Estas últimas, 16 textos publicados em três livros - Princípio (1912), A confissão de Lúcio (1914) e Céu em fogo (1915) - constituem o corpus desta pesquisa. Escritos em pleno auge do Positivismo, uma época em que a razão e a realidade objetiva eram dominantes, trazem alternativas para este cenário, pois, para tratar do sujeito moderno, tão plural e contraditório, alargam os limites do real convencionado e criam uma realidade aparentemente inverossímil, permeada de subjetividade e de mistérios. Passíveis de inúmeras leituras e interpretações e apresentando uma unicidade de temas, as 16 narrativas foram divididas de forma a analisar a maneira como Sá-Carneiro explora a questão do sujeito, principalmente o artista que não se encaixa no contexto em que vive, não apenas como indivíduo em si, mas também sua relação com a sociedade em que está inserido, com outros indivíduos e com a arte. Três textos, um de cada publicação - O incesto, A confissão de Lúcio e A estranha morte do professor Antena - aparecem mais de uma vez ao longo do trabalho, funcionando como elos entre os capítulos e eixos-condutores para as análises.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Mário de Sá-Carneiro (1890-1916), who is one of the most important names of the First Modernist Generation in Portugal (known as "Geração de Orpheu"), looked into the modern subject like just a few other artists did. He is a member of the Modernism, an artistic movement that started in the 1850s and lasted until the middle of the 20th century, and that have as one of the mainly characteristics the scanning of the subject. This Portuguese writer produced a work which presents some intriguing and original analysis and representations of the self. His varied artistic production comprises letters, poems, plays and narratives in prose. These narratives – 16 texts published in three books – Princípio (1912), A confissão de Lúcio (1914) e Céu em fogo (1915) – constitute the corpus of this thesis. The texts were written in the peak of Positivism, a time when reason and objective reality were dominants. They bring alternatives to discuss the plural and contradictory modern subject into this scenario due to the enlargement of the conventional real limits and the creation of an apparently unlikely reality, permeated by subjectivity and mysteries. The texts have a unity of themes and can be read and interpreted in countless ways. In this thesis, the 16 texts were divided in a way to analyze how Sá-Carneiro explores the issue of the self – mainly an artist who is not able to belong to the context where he lives in –, not only as an individual self, but also his relation with the society where he belongs, with other selves and with the art. Three texts, one of each publication – O incesto, A confissão de Lúcio and A estranha morte do professor Antena –, appear more than one time through the research, being links to the chapters and axis to the analysis.pt_BR
dc.format.extent127 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectLetraspt_BR
dc.subjectSa-Carneiro, Mario de, 1890-1916pt_BR
dc.subjectGramatica comparada e geral - Sintagma nominalpt_BR
dc.subjectIdentidade social - Literaturapt_BR
dc.titleMário de Sá-Carneiro e os desdobramentos do sujeito modernopt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record