Show simple item record

dc.contributor.authorSoares, Wilson Alcântarapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Parana, Setor de Ciencias da Terra, Programa de Pos-Graduacao em Ciencias Geodesiaspt_BR
dc.date.accessioned2006-08-09T03:03:06Z
dc.date.available2006-08-09T03:03:06Z
dc.date.created2006-08-08pt_BR
dc.date.issued2005pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/4278
dc.description.abstractOrientadora: Cláudia Pereira Kruegerpt_BR
dc.description.abstractInclui apęndicept_BR
dc.description.abstractTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Cięncias da Terra, Programa de Pós-Graduaçăo em Cięncias Geodésicas. Defesa: Curitiba, 2005pt_BR
dc.description.abstractInclui bibliografiapt_BR
dc.description.abstractResumo: Muitos receptores GPS disponibilizam o uso do DGPS (Differential GPS) e desistemas do tipo WADGPS (Wide Area Differential GPS), dentre eles, um dos mais usados é o WAAS (Wide Area Augmentation System). Este sistema temabrangęncia continental e envia as correçőes diferenciais por meio desatélites, mas elas săo matematicamente modeladas para uso nos EstadosUnidos, Canadá e parte do México. No estado do Paraná, o uso do DGPSdemanda a instalaçăo de estaçőes de referęncia, a cargo dos usuários,porque năo existe nenhuma rede que disponibilize as correçőes diferenciaisem caráter permanente. Neste trabalho é investigada uma modelagemmatemática que gere correçőes diferenciais para serem aplicadas em umagrande área, a partir das correçőes geradas por poucas estaçőes de referęncia. A modelagem proposta é feita no domínio das medidas e modelaapenas a PRC, sendo portanto, destinada a receptores que operem a fase docódigo ou a fase do código suavizada pela portadora. Foram desenvolvidosprogramas computacionais que gravam as mensagens diferenciais, que asdecodificam e que processam os modelos matemáticos, dentre outros. Foramtestados quatro modelos, sendo um de primeiro grau, dois de segundo grau eum de terceiro grau. Os testes dos modelos matemáticos foram realizadoscom dados de quinze estaçőes de referęncia do estado de Baden-Würtenberg, no sul da Alemanha, os quais foram disponibilizados pelaSAPOS (rede alemă de estaçőes de referęncia). O modelo do primeiro graufoi o que mostrou melhor desempenho, para as estaçőes de referęnciadisponíveis. Os testes estatísticos apontam que, para este modelo, amodelagem é válida e, para os modelos de grau superior a 1, em váriostestes, os resultados năo foram satisfatórios, mas indicam que se as estaçőesde referęncia estiverem dispostas mais distantes uma da outra, os modeloscom graus superiores a 1, podem vir a ser eficientes.Palavras-chave: DGPS; WADGPS; WAAS; Modelagem Matemática;Mensagem Diferencial; PRCpt_BR
dc.format.mimetypetextpt_BR
dc.language.isopopt_BR
dc.sourceoai:ufpr.br:221075pt_BR
dc.source.urihttp://200.17.209.5:8000/cgi-bin/gw_42_13/chameleon.42.13a?host=localhost%201111%20DEFAULT&sessionid=VTLS&function=CARDSCR&search=KEYWORD&pos=1&u1=12101&t1=221075pt_BR
dc.titleInvestigaçăo de uma modelagem matemática como alternativa para aumento da área de cobertura de estaçőes de referęncia DGPS /pt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record