Show simple item record

dc.contributor.advisorHiga, Antonio Rioyeipt_BR
dc.contributor.authorFlôres Junior, Paulo Césarpt_BR
dc.contributor.otherIkeda, Angela Cristinapt_BR
dc.contributor.otherSilva, Luciana Duquept_BR
dc.contributor.otherSchuhli, Guilherme Schnell ept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2019-01-28T18:06:52Z
dc.date.available2019-01-28T18:06:52Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/42106
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Antonio Rioyei Higapt_BR
dc.descriptionCoorientadores : Drª. Angela Cristina Ikeda, Profª. Drª. Luciana Duque Silva e Prof. Dr. Guilherme Schnell Schuhlipt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal. Defesa: Curitiba, 14/08/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 33-40;51-52;65-66pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração : Silviculturapt_BR
dc.description.abstractResumo: Cultivares são resultantes de extensas pesquisas e asseguram aos seus obtentores direitos e deveres. Para ser protegida, a cultivar deve atender alguns pré-requisitos, como, ser proveniente de melhoramento genético e apresentar distinguibilidade, homogeneidade e estabilidade - DHE. Eles devem ser baseados em descritores mínimos bem como terem uma denominação própria e ser novidade perante os demais materiais vegetais utilizados. Acacia mearnsii De Wildeman, popularmente conhecida como acácia-negra, é uma espécie florestal nativa da Austrália e no Brasil ela é plantada no Estado do Rio Grande do Sul. A espécie tem sido melhorada geneticamente desde a década de 1980 e, nos últimos dez anos, a clonagem massal, via miniestaquia, de genótipos selecionados tem-se mostrado uma alternativa para aumento significativo da produtividade. Visto o extenso trabalho desenvolvido com a espécie, é possível proteger genótipos superiores de acordo com os requisitos da lei brasileira. A acácia-negra é uma espécie com ampla utilização, sua madeira tem um alto poder calorífico, de sua casca é extraído o tanino que tem diversificada utilização. Além disso, é uma espécie fixadora de nitrogênio, com baixo investimento de plantio e com ciclo curto de rotação. Este trabalho teve como objetivo propor descritores mínimos para proteção de cultivares de acácia-negra. Para descritores de sementes, foram avaliados o peso individual das sementes, o comprimento, a largura, a espessura e o tamanho do hilo de 50 sementes de nove clones de um pomar clonal. Utilizando o coeficiente de repetibilidade verificou-se que uma amostra de 22 sementes é adequada para obter coeficiente de determinação de 90%. Com isso, cinco descritores quantitativos de sementes foram definidos para espécie. Para a definição dos descritores mínimos com base na morfologia das plantas de acácianegra, foram avaliadas 37 características qualitativas e quantitativas, em dois testes clonais localizados nos municípios de Cristal e Jaguarão, ambos no Estado do Rio Grande do Sul. Avaliaram-se nove indivíduos de cada clone e com dados de diâmetro foram calculados os coeficientes de repetibilidade, o que assegurou alta acurácia com coeficiente de determinação acima de 95%. Pelo método de agrupamento por distância Euclidiana observou-se que o diâmetro não demonstrou distinção entre clones e por essa razão foi descartado como um descritor. Pelo método hierárquico UPGMA e índice de Jaccard foi possível observar distinção morfológica entre clones. No total de 37, 20 características qualitativas de indivíduos adultos e sementes, e cinco características quantitativas de sementes demonstram-se eficazes na distinção entre clones. Com isso 25 características são recomendadas para comporem a lista de descritores mínimos. Palavras-chave: clones; acácia-negra; descritores morfológicos mínimos, proteção de cultivar.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Varieties are the result of long lasting research and ensure to their obtainers legal rights as well as obligations. In order to become protected, a cultivar must fulfill a number of prerequisites, such as: being originated from genetic improvement programs and show distinctness, uniformity and stability (DHE in Portuguese). These prerequisites shall be based on primary descriptors as well as having a new denomination and the variety is deemed to be new regarding any other plant. Acacia mearnsii De Wildeman, popularly known as black wattle, is a native species from Australia. In Brazil, it is grown in Rio Grande do Sul, a state located in the South of the country. The species has been undergoing genetics improvement programs since the 1980's and in the last 10 years, mass cloning via mini cuttings from selected genotypes has proven to be a viable alternative for productivity gain. Due to the vast research work done with this species, it is possible to protect superior genotypes according to the Brazilian law requirements. Black wattle has a wide range of uses, its wood has high calorific value, and tannin is extracted from its bark for multiple purposes. Besides, black wattle is a nitrogen fixating species, with low planting costs and short rotation cycle. This study has as goal, to propose the list of descriptors allowing breeder's to protected varietes of black wattle. For the seeds descriptors, the individual seed weight, length, thickness, as well as the hilum size were measured. Fifty seeds from nine different clones from a clonal garden were used. By applying the repeatability coefficient, it was possible to establish that a sample comprising 22 seeds is enough to obtain a 90% determination coefficient. This way, five quantitative descriptors were established for the species. In order to determine the descriptors for black wattle, 37 qualitative and quantitative characteristics were evaluated using trees from in two clonal testing sites in the cities of Cristal and Jaguarão, both in Rio Grande do Sul. Each clone had nine subjects tested and with the diameter data, the repeatability coefficient was calculated, ensuring over 95 % of determination coefficient. Applying the Euclidean Distance Approach, the diameter was similar among clones, and thus was discarded as a descriptor. By based on the UPGMA hierarchical clustering approach and Jacard index, it was possible to establish morphological differentiation among clones. Overall, out of the 37 studied characters, 20 qualitative characters for adult subjects and seeds and five quantitative characters for seeds were proven effective for distinguishing the clones. Therefore, 25 characters are recommended to compose the descriptors list. Key words: clones, black wattle, primary morphological descriptors, cultivar protection.pt_BR
dc.format.extent76 f. : il. algumas color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectAcacia - Melhoramento genéticopt_BR
dc.subjectCultivares - Proteçãopt_BR
dc.subjectAcacia - Sementept_BR
dc.subjectClonagempt_BR
dc.subjectAcácia - Cultivarespt_BR
dc.titleCaracterização morfológica e análise de divergência genética entre clones de acácia-negra (Acácia mearnsii De Wildeman)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record