Show simple item record

dc.contributor.authorSilva, Thais Sampaio da
dc.contributor.otherVenturi, Elton
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Jurídicas. Curso de Graduação em Direito.
dc.date.accessioned2016-03-30T16:40:57Z
dc.date.available2016-03-30T16:40:57Z
dc.date.issued2004
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/41957
dc.descriptionOrientador: Celso Luiz Ludwig
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná,Setor de Ciências Jurídicas, Curso de Graduação em Direito
dc.description.abstractApós explicar o referencial teórico foucautiano, com seu método arqueológico, que dá conta das informações discursivas de uma dada época e que permite compreender por que apenas alguns certos saberes podem nela surgir; bem como do seu método genealógico, que compreende as relações entre o saber e as redes de poder dessas mesmas formações discursivas; o trabalho visa, então a analisar o funcionamento das relações de poder e de saber no processo civil moderno; no discurso dogmático processualista e também no próprio instrumento judicial de solução de conflitos. Sobretudo, trata-se de compreender como certos discursos "verdadeiros "são institucionalizados pelo direito processual, para que o próprio processo tenha efeitos de verdade. Afinal, se, para FOCAULT, cada sociedade depende,para se manter, da produção de um discurso verdadeiro; o Direito não está alheio a esse sistema, sendo o processo civil um mecanismo institucionalizados de produção de verdade que corresponde as necessidades políticas da configuração discursivas moderna. Frise-se , mecanismo especifico da modernidade e de seus pilares: universalidade, individualismo e autonomia, podendo-se acrescentar, ainda, segurança,legitimando pelo procedimento a verdade processual. A irracionalidade do procedimento - a pretensa igualdade entre os abstratos sujeitos processuais que, normatizados, poderiam produzir provas, deduzir argumentos, reconhecer direitos e suportar demorados trâmites processuais de maneira equivalente- fornece ao processo uma ilusória isenção frente aos sujeitos concretos,permitindo que produza efeitos sobre os conflitos que busca interromper. Efeitos de verdade, por mais que a verdade da questão de fato permaneça contingencial e por mais que a questão de direito permaneça substancialmente controversa.
dc.format.extent87 f.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.subjectFoucault, Michel, 1926-1984
dc.subjectDireito - Filosofia
dc.subjectProcesso civil
dc.subjectTeoria do conhecimento
dc.titleVerdade processual moderna : uma perspectiva arqueogenealógica
dc.typeMonografia Graduação


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record