Show simple item record

dc.contributor.advisorReis, Rodrigo Siqueirapt_BR
dc.contributor.authorHino, Adriano Akira Ferreirapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Educação Físicapt_BR
dc.date.accessioned2017-03-24T19:21:03Z
dc.date.available2017-03-24T19:21:03Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/41950
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Rodrigo Siqueira Reispt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Educação Física. Defesa: Curitiba, 28/03/2014pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 99-109pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Exercício e esportept_BR
dc.description.abstractResumo: Apesar dos benefícios de um estilo de vida ativo ainda e grande a proporção de pessoas fisicamente inativas. Um dos pontos-chave para aumentar a atividade física na população e compreender seus determinantes. No Brasil, pouco tem se investigado sobre como as características do ambiente podem contribuir para a atividade física da população. Dessa forma, o presente estudo teve como objetivo geral, analisar a associação entre características do ambiente do bairro com a pratica de atividade física no lazer. Para isso, o presente estudo de delineamento transversal, analisou o nível de atividade física de 699 adultos residentes em 32 setores censitários com diferentes características ambientais da cidade de Curitiba. As características do ambiente do bairro foram avaliadas através da percepção das pessoas, observação sistemática de ruas próximas ao domicilio dos entrevistados e o uso do Sistema de Informação Geográfico. Ainda, todos os espaços públicos em um raio de um quilometro no entorno dos domicílios foram visitados e avaliados com um instrumento do tipo check list para avaliar a existência e qualidade de equipamentos para atividades físicas. A atividade física no lazer foi avaliada pelo Questionário Internacional de Atividade Física e a pratica da caminhada foi analisada separadamente da pratica de atividades físicas moderadas a vigorosas (AFMV). Dois pontos de corte foram utilizados sendo consideradas as pessoas que "fazem" (?10 minutos/semana) caminhada ou AFMV no lazer e as que atingem as atuais recomendações para a saúde (?150 minutos/semana). Para testar associação entre as características do bairro com a atividade física no lazer, foi utilizado um modelo logístico binário multinível para levar em conta a estrutura hierárquica dos dados (699 pessoas amostradas em 32 setores censitários). Após o ajuste para as potenciais variáveis de confusão, estética do bairro, maior densidade residencial, e menor disponibilidade de espaços públicos de lazer, com um ou mais equipamentos para atividade física, foram associados a maior chance dos adultos caminharem. Maior densidade residencial, a existência e acesso a espaços privados e públicos de lazer, presença e qualidade de calcadas e estruturas para segurança de pedestres foram associados a maior chance da pratica de AFMV. A associação entre características do ambiente do bairro e a pratica de atividade física no lazer pode ser modificada (moderada) por características individuais como sexo, faixa-etária, escolaridade e tempo de trabalho/escola. Com base nos resultados obtidos, conclui-se que o ambiente do bairro esta associado com o comportamento fisicamente ativo no lazer de adultos, podendo estas associações serem especificas para algumas características individuais. Palavras-chave: Atividade Física no lazer; Ambiente construído; Adultos; Brasil.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Despite the benefits of an active lifestyle, it is still large the proportion of physically inactive people. One of the key points to increase physical activity is to understand its determinants. In Brazil, little has been investigated about the environmental correlates of physical activity. Thus, the present study aimed to analyze the association between environmental characteristics with physical activity during leisure time. This cross-sectional study evaluated the physical activity level of 699 adults living in 32 census tracts with different environmental and income characteristics. The neighborhood environment characteristics were assessed through perception (self-reported), systematic observation and Geographic Information System. Also, all the public areas buffered in a radius of 1km from households were visited and evaluated with a check list to assess the existence and quality of amenities. Leisure time physical activity was assessed using the International Physical Activity Questionnaire and the leisure time walking was analyzed separately from moderate to vigorous (MVPA) physical activity. Two cutoff points were used considering the people who engaged in some (? 10 minutes/week) walk or MVPA and who reach the current recommendations for health (?150 minutes/week). To test the association between neighborhood characteristics with physical activity during leisure time, a multilevel binary logistic model was used to take into account the hierarchical structure of the data (699 individuals sampled from 32 census tracts). After adjustment for potential confounders, neighborhood aesthetics, increased residential density, and reduced availability of open public space with one or more amenities for physical activity were associated with walking during leisure time. Increased residential density, availability and access to private and public recreational areas, presence and quality of sidewalks and pedestrian safety infrastructure were associated with MVPA. The association between neighborhood characteristics and leisure time physical activity can be moderated by individual characteristics such as gender, age group, education level and time spent at work/school. Based on these results, we conclude that neighborhood characteristics are associated with leisure time physical activity behavior among adults and these associations may be specific according to individual characteristics. Keywords: Leisure Time Physical Activity; Built Environment; Adults; Brazil.pt_BR
dc.format.extent160 f. : il. alguma color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectEducação Físicapt_BR
dc.subjectLazerpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleMedidas objetivas e percebidas do ambiente do bairro e sua associação com a atividade física de lazer em adultos de Curitibapt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record