Show simple item record

dc.contributor.advisorValentim, Marco Antonio, 1978-pt_BR
dc.contributor.authorJugend, Gustavopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Filosofiapt_BR
dc.date.accessioned2020-05-22T17:08:13Z
dc.date.available2020-05-22T17:08:13Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/41853
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Marco Antonio Valentimpt_BR
dc.descriptionDissertaçao (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Filosofia. Defesa: Curitiba, 02/09/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 122-130pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Filosofiapt_BR
dc.description.abstractResumo: Nas páginas em frente apresentamos uma consideração sobre as possibilidades de constituição de subjetividades singulares no interior do pensamento de Giorgio Agamben. Para tal, faremos uma leitura retroativa de dois conceitos tardios de sua obra: dessubjetivação e subjetivação. Embora já comentados em alguma bibliografia, ainda não se fez tais conceitos agirem sobre as obras elaboradas anteriormente à sua formulação. Acreditamos que, com tal procedimento, seremos capazes de tornar aparente a maneira como o autor pensa sua ontologia sempre acompanhada de uma ética, sob a forma de um rosto. Será então por nós avaliado o papel que a linguagem poética tem na fundação de uma ética do sujeito e porque tal papel não poderia ser levado a cabo por outra forma de linguagem. Por fim, tentaremos radicalizar um dos mais fundamentais problemas que move o interior de todo discurso sobre a ética: como se funda o sujeito ético, mesmo nas condições nas quais a possibilidade da ética parece desmoronar? Palavras-chave: Ética; Ontologia; Dessubjetivação; Sujeito; Agamben.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: In the following pages we present a consideration on the possibilities of constitution of singular subjectivities inside the thoughts of Giorgio Agamben. For such, we will proceed a retroactive reading of two late concepts of his work: desubjectivation and subjectivation. Althought they are already commented in some bibliography, it still remains undone to let those concepts take action on works elaborated before its formulation. We believe that, in doing so, we will be able to bring up the way the author thinks his ontology always accompanied of an ethics on the shape of a face. Then we will rate the role that poetic language plays on the foundation of a subject ethics and why such role could not be held by another kind of language. At last, we will try to radicalize one of the most fundamental problems that moves the inside of every discourse on ethics: how can the ethical subject be founded, even in conditions on which the possibility of ethics seem to fall apart? Keywords: Ethics; Ontology; Desubjectivation; Subject; Agamben.pt_BR
dc.format.extent131f : il., algumas color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectAgamben, Giorgio, 1942-pt_BR
dc.subjectÉtica - Filosofiapt_BR
dc.subjectSujeitopt_BR
dc.subjectOntologiapt_BR
dc.titleRosto : a passagem da ontologia à ética em Giorgio Agambenpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record