Show simple item record

dc.contributor.advisorSilva, Maria Cristina Figueiredo, 1961-pt_BR
dc.contributor.authorAraújo, Flávio Martins dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Letraspt_BR
dc.date.accessioned2019-11-21T12:10:28Z
dc.date.available2019-11-21T12:10:28Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/41756
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Maria Cristina Figueiredo Silvapt_BR
dc.descriptionCoorientador :pt_BR
dc.descriptionAutor não autorizou a divulgação do arquivo digitalpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Letras. Defesa: Curitiba, 17/03/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f.204-205pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentraçãopt_BR
dc.description.abstractResumo: A presente pesquisa tem como objetivo investigar e discutir a relação entre contraste e contorno entoacional em sentenças clivadas e sentenças SVO (Sujeito-Verbo- Objeto), focando em especial na descrição dos contornos entoacionais dessas sentenças em contextos de focalização contrastiva e focalização informacional. Esta pesquisa assume como ponto de partida uma discussão há muito presente na literatura sobre a relação entre foco, sintaxe e prosódia. Por um lado, há propostas como as de Mioto (2003), Quarezemin (2009) e Fernandes-Svartman (2007, 2012), segundo as quais há uma relação entre o tipo de interpretação do foco (contrastivo versus informacional) e o tipo de sentença que pode veiculá-la, incluindo também diferenças na produção do contorno entoacional dessas sentenças em cada tipo de foco. Por outro lado, há propostas como a de Menuzzi (2012), segundo a qual as diferenças entre foco contrastivo e foco informacional estariam ligadas a condições pragmáticas de felicidade do enunciado e não a condições estritamente semânticas, levando o autor a propor que não há necessidade de que os contornos entoacionais relacionados a esses tipos de foco sejam diferentes entre si. Quanto às diferenças prosódicas, ainda há a proposta de Moraes (1998, 2006) de que, em certos casos, o acento alinhado ao constituinte focalizado apresenta características diferentes para foco contrastivo e foco informacional. Para investigar essas hipóteses, a presente pesquisa aplicou um experimento de produção semi-espontânea de sentenças clivadas e sentenças SVO em contexto de focalização informacional e contrastiva de sujeito e objeto. Os resultados encontrados mostram que, quanto a sentenças clivadas (sujeito e objeto) e SVO com foco no sujeito, não há diferenças robustas na forma nem na descrição em segmentos tonais do contorno entoacional nos dois tipos de foco, mas o alinhamento dos pontos-alvo da descrição ainda precisa ser investigado mais a fundo. Alguns casos de sentença SVO com foco no objeto, por sua vez, mostraram alguma diferença na forma do contorno entoacional entre os dois tipos de foco, no entanto, diferentemente do que prevê a hipótese de Moraes, essa diferença não está no acento alinhado ao constituinte focalizado. Palavras-Chave: Contorno entoacional. Foco. Contrastividade. Foco contrastivo. Foco informacional. Sentenças clivadas. Sentenças SVO.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This research aims to investigate and discuss the relation between contrast and the intonational contour of cleft sentences e SVO (Subjetc-Verb-Object) sentences, specially focusing on the description of these contours in contexts of contrastive focalization and informational focalization. This research takes as its starting point a long term discussion present in the literature about the relationship between focus, syntax and prosody. On the one hand, there are proposes like the ones in Mioto (2003), Quarezemin (2009) e Fernandes-Svartman (2007, 2012), according to which there is a relation between the interpretation of focus (contrastive versus informational) and the sentence that can convey one interpretation or another, also including differences in the intonational contour of the sentences linked to the type of focus. On the other hand, there are proposes like the one in Menuzzi (2012), according to which the differences between contrastive and informational focus are linked to pragmatic conditions on utterance happiness rather than to strictly semantic conditions, allowing the author to propose that there is no need for differences to occur in the intonational contour of both types of focus. Regarding the prosodic differences, there is a proposal by Moraes (1998, 2006) according to which, in some cases, the accent aligned to the focalized constituent exhibits different characteristics for both types of focus, contrastive and informational. In order to investigate these hypotheses, the current research applied a semi-espontaneous speech production experiment of cleft and SVO sentences in contexts of subject and object contrastive and informational focus. The findings show that, in the case of subject and object clefts and SVO with subject focus, the shape and tonal segment description of the contour reveals no robust differences for both contrastive and informational focus, but the target-points alignment deserves more deep investigation. Some cases of object focus SVO sentences, in turn, showed some shape differences between the contour of the two types of focus, however, contrary to Moraes hypothesis, the difference is not located on the accent aligned to the focalized constituent. Key-words: Intonational contour. Focus. Contrastivity. Contrastive focus. Informational focus. Cleft sentences. SVO sentences.pt_BR
dc.format.extent217 f. : il., algumas color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectLetraspt_BR
dc.subjectLinguistica - Análise do discursopt_BR
dc.subjectLingua portuguesa - Foneticapt_BR
dc.subjectEntoação (Fonetica)pt_BR
dc.titleFoco em português : uma discussão sobre contrastividadept_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record